Brasil

Elon Musk deve vir ao Brasil para levar internet à Amazônia, diz ministro

Fábio Faria, ministro das comunicações, se reuniu nesta segunda, dia 15, com o fundador da Tesla e da SpaceX, nos EUA; ideia é conectar escolas rurais e locais remotos

Elon Musk deve vir ao Brasil para levar internet à Amazônia, diz ministro (Britta Pedersen/Pool/AFP/Getty Images)

Elon Musk deve vir ao Brasil para levar internet à Amazônia, diz ministro (Britta Pedersen/Pool/AFP/Getty Images)

CA

Carla Aranha

Publicado em 16 de novembro de 2021 às 14h58.

Última atualização em 16 de novembro de 2021 às 17h17.

O bilionário Elon Musk, fundador da Tesla, deve vir “em breve” ao Brasil como parte das negociações para levar internet a escolas rurais e comunidades indígenas. Também deve ser implementado um serviço de monitoramento da Amazônia por satélites, afirmou o ministro Fábio Faria, das comunicações, nesta terça, dia 16, por meio de suas mídias sociais. Faria se reuniu na segunda, dia 15, à noite com o empresário, no Texas. Pouco antes, debateu o assunto com a presidente da SpaceX, empresa do setor espacial, Gwynne Shotwell.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

A ideia é conectar locais remotos e a Amazônia por meio de kits de recepção de sinal de satélite desenvolvidos pelo programa Starlink, da SpaceX. A empresa lançou uma mega constelação de satélites de baixo custo que oferece internet de alta velocidade – atualmente, há mais de 1.700 unidades em órbita. O objetivo é chegar a 30.000.

A SpaceX conta com concorrentes como a britânica OneWeb, empresas com a qual o ministro conversou no último dia 11, em Glasgow, na Escócia, durante a COP26, a conferência mundial do clima. A OneWeb já lançou mais de 350 satélites de baixa órbita. Outro player desse mercado é a Amazon, que, por meio do projeto Kuiper, pretende colocar 3.200 satélites em órbita para levar a internet a comunidades rurais e locais remotos.

O leilão do 5G, realizado no dia 5 de novembro, prevê a conectividade de áreas distantes, escolas rurais e aldeias indígenas como uma contrapartida das empresas. Outra obrigação dos vencedores da licitação é levar a internet a rodovias federais.

 

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:4G5GAmazôniaelon-muskInternetSatélitesSpaceX

Mais de Brasil

Mendonça sugere que multa de leniências da Lava Jato seja usada para ajudar o RS

Tarcísio estima economia de R$ 1,7 bi por ano com auditoria de aposentadorias e prova de vida

Às vésperas de posse na Petrobras, Magda Chambriard já dá expediente na companhia

PF pede inquérito contra Chiquinho Brazão por suspeita de desvio de emendas parlamentares

Mais na Exame