Brasil

Eduardo Bolsonaro retorna à liderança do PSL na Câmara

Com o afastamento de Eduardo, Joice Hasselmann assumiu o cargo; nesta segunda, o deputado reassumiu a liderança da bancada

Eduardo Bolsonaro: afastamentos do deputado ocorreu na semana passada (Adriano Machado/Reuters)

Eduardo Bolsonaro: afastamentos do deputado ocorreu na semana passada (Adriano Machado/Reuters)

AB

Agência Brasil

Publicado em 17 de dezembro de 2019 às 11h45.

Última atualização em 17 de dezembro de 2019 às 11h47.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) retornou nesta segunda-feira (16) à liderança da bancada do PSL na Câmara dos Deputados. O retorno à liderança ocorreu após suspensão, pela Justiça, da decisão da Executiva Nacional do partido que suspendeu 14 deputados, entre eles Eduardo Bolsonaro.

O afastamentos dos deputados ocorreu na semana passada, após a Mesa Diretora da Câmara ter recebido a decisão da Executiva Nacional do PSL. O partido puniu os deputados com diferentes penas de suspensão que variam de três a 12 meses. A sanção também previa o afastamento do exercício de funções de liderança ou vice-liderança, bem como o impedimento de orientar a bancada em nome do partido.

Com o afastamento de Eduardo Bolsonaro, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) assumiu o cargo de líder da bancada na última terça-feira (10). No dia seguinte, uma decisão da Justiça suspendeu a punição aplicada pelo partido.

A divisão do PSL se intensificou no início de outubro quando o presidente Jair Bolsonaro questionou a transparência das contas do partido, dividindo a legenda em dois grupos: os leais a Luciano Bivar, presidente do PSL; e os favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro. Ainda em outubro, o grupo leal ao presidente conseguiu fazer a troca na liderança do partido, tirando o Delegado Waldir e colocando Eduardo Bolsonaro.

Acompanhe tudo sobre:Eduardo BolsonaroPSL – Partido Social Liberal

Mais de Brasil

Fortes chuvas devem atingir Sul e Nordeste; RS deve enfrentar frio intenso

Ministro do Trabalho vincula mudanças em crédito consignado a fim do saque-aniversário

Bolsonaristas criticam Moraes por derrubar norma sobre aborto; governistas apoiam decisão

Enchentes agora atingem SC; mais de 800 estão fora de casa devido a inundações

Mais na Exame