Acompanhe:

Dengue: governador do Rio decreta epidemia após 4 mortes e 49 mil casos notificados no estado

Cláudio Castro afirmou que a prioridade agora é manter os dados atualizados para possibilitar novas medidas de combater da doença

Modo escuro

Continua após a publicidade
Dengue: doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti (Joao Paulo Burini/Getty Images)

Dengue: doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti (Joao Paulo Burini/Getty Images)

O governador Cláudio Castro decretou epidemia de dengue no Estado do Rio de Janeiro. A decisão deve ser publicada no Diário Oficial até amanhã, dia 22. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, ele afirmou que há mais de 49 mil casos notificados da doença e quatro óbitos. A projeção é de que até maio se confirmem 150 mil casos de dengue.

— Teremos dias e meses difíceis ainda. Algumas regiões já passam por redução, mas de forma alguma diminuem nossos esforços e atenção. A tendência ainda é de aumento — explicou o governador.

Na última análise dos técnicos da secretaria, publicada na última quinta-feira, o número de casos na capital e Baixada Fluminense era 20 vezes maior que o máximo esperado para este início de ano. A Região Serrana é segunda com maior excesso de diagnósticos: 5,6 mais do que o aguardado.

Castro afirmou ser prioridade manter os dados atualizados para possibilitar novas medidas de combate à doença:

— Estou cobrando as secretarias de Saúde, sobretudo sobre o Centro de Inteligência em Saúde (CIS), para termos uma transparência grande que possibilite o controle das ações para combater a doença. O CIS passa a funcionar 24 horas, todos os dias, em plantão para atender as demandas de cada cidade.

Castro também adiantou que fará uma reunião com todos os prefeitos para avaliar as medidas da fase 2 de combate e saber quais são as demandas de cada região. Ele afirmou que poderá ser feita a conversão de 160 leitos para pacientes com dengue, se houver necessidade.

Ele também anunciou a ampliação de 11 salas de hidratação instaladas em UPAs. Segundo o governador, há 22 postos de hidratação em todo o estado até o momento. Esse número aumentará de acordo com novos pedidos dos municípios, podendo chegar a 80 salas.

A secretária Estadual de Saúde ativou o comitê do Centro de Operações de Emergências em Saúde (COEs) para integrar as ações nos municípios. Quase 50 mil pessoas já foram infectadas pela doença, número que se aproxima do total do ano passado.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Argentina enfrenta escassez de repelente em meio à epidemia de dengue
Mundo

Argentina enfrenta escassez de repelente em meio à epidemia de dengue

Há 3 horas

Frente fria vai provocar pancadas de chuva nos próximos dias; veja a previsão para cada região
Brasil

Frente fria vai provocar pancadas de chuva nos próximos dias; veja a previsão para cada região

Há 17 horas

São Paulo e Minas podem ter chuvas intensas; Bahia tem alerta de 'Grande Perigo'; veja previsão hoje
Brasil

São Paulo e Minas podem ter chuvas intensas; Bahia tem alerta de 'Grande Perigo'; veja previsão hoje

Há um dia

São Paulo, Rio e Brasília ficam na lanterna em ranking global de Smart Cities
Mundo

São Paulo, Rio e Brasília ficam na lanterna em ranking global de Smart Cities

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais