Criminosos fortemente armados invadem Guarapuava e atacam batalhão da PM

Quadrilha fez reféns, incendiou veículos e tentou assaltar transportadora de valores na madrugada deste domingo
Estradas foram incendiadas durante ataque em Guarapuava (PR) (Reprodução/Reprodução)
Estradas foram incendiadas durante ataque em Guarapuava (PR) (Reprodução/Reprodução)
Por Agência O GloboPublicado em 18/04/2022 08:34 | Última atualização em 18/04/2022 08:34Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Criminosos fortemente armados invadiram na noite deste domingo a cidade paranaense de Guarapuava, a cerca de 250 km da capital Curitiba, para assaltar uma transportadora de valores. O grupo disparou contra um batalhão da Polícia Militar, fez reféns e incendiou veículos.

Vídeos feitos por moradores e compartilhados nas redes sociais mostram um cenário de guerra no município. As gravações exibem blindados do Exército circulando pelas ruas e veículos em chamas. Em algumas, é possível ouvir os tiros.

Segundo registros do Corpo de Bombeiros do Paraná, ao menos três veículos foram incendiados.

Guarapuava foi um dos assuntos mais comentados do Twitter durante a madrugada desta segunda-feira. A atriz Larissa Manoela, nascida na cidade, publicou que estava com o "coração apertado" e pediu que a população se protejesse.

O episódio se assemelha a invasões registradas recentemente em municípios como Araçatuba (SP), Criciúma (SC) e Cametá (PA), também invadidas e sitiadas por criminosos com grande poderio bélico. Esse tipo de ação em que quadrilhas especializadas miram municípios de pequeno e médio porte do interior e geralmente atacam agências bancárias e batalhões da polícia ficou conhecido como "novo cangaço".