Brasil

Comissão da Câmara aprova projeto que proíbe casamento entre pessoas do mesmo sexo

O relator se manifestou pela rejeição do PL de Clodovil e para aprovação do PL nº 5.167/2009, que estabelece que nenhuma relação entre pessoas do mesmo sexo pode equiparar-se ao casamento ou a entidade familiar

 (Lula Marques /Agência Brasil)

(Lula Marques /Agência Brasil)

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 10 de outubro de 2023 às 15h30.

Última atualização em 10 de outubro de 2023 às 15h30.

A Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 10, o projeto de lei (PL) que proíbe ocasamento entre pessoas do mesmo sexo. Foram 12 votos a 5 a favor do relatório do deputado Pastor Eurico (PL-PE).

Para virar lei, o texto ainda tem que passar pela Comissão de Direitos Humanos, presidida por Luizianne Lins (PT-CE), e pela Comissão de Constituição e Justiça, comandada por Rui Falcão (PT-SP) e também pelos plenários de Câmara e Senado.

Como funciona o casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil?

O casamento homoafetivo não é regulamentado em lei no Brasil, mas foi liberado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2011. O tribunal equiparou as relações entre pessoas do mesmo sexo às uniões estáveis entre homens e mulheres, reconhecendo, assim, a união entre pessoas do mesmo sexo como núcleo familiar.

Acompanhe tudo sobre:LGBTCâmara dos Deputados

Mais de Brasil

Operação da PF investiga invasão e uso criminoso do aplicativo E-título

Anvisa proíbe uso e comercialização de produtos à base de fenol

Nunes tem 28,5% e Boulos, 25,9%; Marçal sobe 5 pontos e empata com Tabata e Datena, diz Paraná

Passageiros causaram ao menos duas confusões por dia em voos, em 2023; Anac propõe punição

Mais na Exame