Brasil

Bope faz operação no Complexo da Penha para impedir avanço de traficantes para favelas do Rio

Ação acontece um dia após a prisão de sete homens que se deslocavam para invadir a Gardênia Azul

Bope: Em seu perfil no Twitter, a PM informa que os agentes do Bope estão se deparando com diversas barricadas em chamas no interior do Complexo da Penha (PMERJ / Redes Sociais/Reprodução)

Bope: Em seu perfil no Twitter, a PM informa que os agentes do Bope estão se deparando com diversas barricadas em chamas no interior do Complexo da Penha (PMERJ / Redes Sociais/Reprodução)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 31 de janeiro de 2024 às 07h59.

Última atualização em 31 de janeiro de 2024 às 07h59.

O Batalhão de Operação Especiais (Bope) realiza, na manhã desta quarta-feira, uma operação na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio. A ação visa a prender criminosos que estão orquestrando ataques em comunidades da Zona Oeste da cidade, como Gardênia Azul, Muzema, Rio das Pedras e Morro do Banco.

Em seu perfil no Twitter, a PM informa que os agentes do Bope estão se deparando com diversas barricadas em chamas no interior do Complexo da Penha. "Nossa tropa avança no terreno, sofrendo um intenso ataque armado por parte de criminosos que atuam na localidade".

Por meio de redes sociais, moradores da Vila Cruzeiro relatam um intenso tiroteio na comunidade. De acordo com eles, há barricadas em chamas nas ruas.

"Muita fumaça", postou um morador. De acordo com publicações, ocorreram muitos disparos na região conhecida como Cascata.

Por causa da operação, as clínicas da Família Zilda Arns, Valter Felisbino de Souza e Aloysio Augusto Novis suspenderam as visitas domiciliares.

Sete presos

Na madrugada desta terça-feira, sete homens que saíram da Vila Cruzeiro para invadir a Gardênia Azul, na Zona Oeste, foram presos por equipes do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE. O grupo foi detido na Linha Amarela, na altura da Freguesia, em Jacarepaguá, também na Zona Oeste.

Com os suspeitos foram apreendidos quatro pistolas 9mm, 160 peças de munição do mesmo calibre, seis granadas, três telefones celulares, roupas camufladas e dois automóveis na Linha Amarela, informou a Polícia Militar. A ocorrência foi apresentada na 32ª DP (Jacarepaguá).

Acompanhe tudo sobre:BopeRio de JaneiroPolícia Militar

Mais de Brasil

Chuvas no RS: governo vai propor flexibilizações na Lei de Licitações para situação de calamidade

Celular Seguro vai enviar alerta a quem comprar aparelho furtado ou roubado

Rumo a um Novo Ensino Médio: os desafios e perspectivas da reforma da reforma

Moraes suspende norma do CFM que dificulta aborto legal em casos de estupro

Mais na Exame