Acompanhe:

Bolsonaro veta projeto que concede incentivos ao cinema brasileiro

O veto de Bolsonaro ainda será analisado pelo Legislativo e poderá ser derrubado pelos parlamentares

Modo escuro

Continua após a publicidade
Jair Bolsonaro: presidente reclamou de críticas ambientalistas ao Brasil (Adriano Machado/Reuters)

Jair Bolsonaro: presidente reclamou de críticas ambientalistas ao Brasil (Adriano Machado/Reuters)

A
Agência O Globo

Publicado em 28 de dezembro de 2019 às, 17h53.

Última atualização em 28 de dezembro de 2019 às, 18h07.

Brasília - O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente um projeto de lei, aprovado pelo Congresso Nacional em meados deste mês, que concede isenções de impostos para a instalação e modernização de cinemas e também permite empresas e pessoas físicas possam aplicar parte de seus tributos na produção de filmes brasileiros.

Desde que assumiu, em janeiro de 2019, o presidente da República vem fazendo fortes críticas ao cinema nacional.

O veto de Bolsonaro ainda será analisado pelo Legislativo e poderá ser derrubado pelos parlamentares.

De autoria do deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) e relatoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), o projeto garante a vigência do Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine), voltado à expansão e à modernização do parque cinematográfico brasileiro.

Ele determina que as compras de equipamentos (como poltronas, telas e projetores) para construção e modernização de salas de cinema sejam desoneradas de todos os impostos federais.

Autor da proposta, Marcelo Calero disse ao GLOBO ter iniciado neste sábado a articulação política no Congresso para derrubar o veto do presidente à lei.

"É inacreditável o obscurantismo do governo e a falta de visão da importância de uma indústria que gera mais de 300 mil empregos e responde por meio ponto percentual do PIB", criticou o deputado.

Em 2019, segundo dados da Ancine, foram aprovados aproximadamente R$27 milhões de isenção fiscal através do Recine, para compra de bens, máquinas e equipamentos destinados a construção de novas salas.

Além disso, foram aprovados cerca de R$ 11 milhões para modernização, sendo a maior parte destinada à aquisição de equipamentos para acessibilidade a portadores de necessidades especiais.

O presidente também vetou outro mecanismo do mesmo projeto de lei, que estende o prazo dos benefícios fiscais previstos na Lei do Audiovisual e permite a pessoas físicas e jurídicas deduzir do Imposto de Renda valores que financiariam projetos de produção cinematográfica e audiovisual aprovados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Ao vetar o texto, Bolsonaro apontou a inexistência de fonte de recursos para bancar a postergação dos incentivos fiscais, conforme prevê a legislação em vigor, incluindo a Lei de Responsabilidade Fiscal.

"De acordo com a justificativa, a propositura legislativa, ao dispor sobre prorrogação de benefício fiscal, cria despesas obrigatórias ao Poder Executivo, sem que se tenha indicado a respectiva fonte de custeio, ausentes ainda os demonstrativos dos respectivos impactos orçamentários e financeiros", diz um trecho de um comunicado divulgado na noite de sexta-feira.

Calero afirmou não concordar com as justificativas apontadas pelo governo para derrubar a proposta.

"As justificativas (de que não havia previsão orçamentária e afins) não são verdadeiras. Trata-se de um teto único, que é a Lei Rouanet. As justificativas de que não existe previsão orçamentária não procedem."

Últimas Notícias

Ver mais
Após Barbie, Margot Robbie vai produzir filme sobre Banco Imobiliário
Pop

Após Barbie, Margot Robbie vai produzir filme sobre Banco Imobiliário

Há 2 dias

O Oscar de 2025 já tem data para a cerimônia e lista de indicados; veja quando será
Pop

O Oscar de 2025 já tem data para a cerimônia e lista de indicados; veja quando será

Há 3 dias

Onde assistir 'Duna 2'? Filme chega ao streaming em abril; veja como ver online
Pop

Onde assistir 'Duna 2'? Filme chega ao streaming em abril; veja como ver online

Há 3 dias

Cid presta novo depoimento à PF sobre áudios com críticas a Moraes
Brasil

Cid presta novo depoimento à PF sobre áudios com críticas a Moraes

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais