Acompanhe:

Bolsonaro é internado em São Paulo e passa por bateria de exames

Check-up é realizado anualmente pelo ex-presidente desde que sofreu um atentado durante as eleições de 2018

Modo escuro

Continua após a publicidade
Os exames foram acompanhados pelo médico pessoal do ex-presidente, Antônio Macedo, e pelo cardiologista Leandro Echenique (Jair Bolsonaro/ Facebook/Reprodução)

Os exames foram acompanhados pelo médico pessoal do ex-presidente, Antônio Macedo, e pelo cardiologista Leandro Echenique (Jair Bolsonaro/ Facebook/Reprodução)

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi internado na manhã desta quarta-feira no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para passar por três exames laboratoriais e de imagem, de rotina.

Desde que sofreu a facada durante as eleições de 2018, o ex-mandatário passa por este check-up anualmente.

Segundo o ex-secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, as equipes constataram que as condições clínicas do ex-presidente são estáveis e, por isso, ele será reavaliado novamente no prazo de três meses.

Os exames foram acompanhados pelo médico pessoal do ex-presidente, Antônio Macedo, e pelo cardiologista Leandro Echenique.

Internações frequentes

Esta é a décima-segunda vez que Bolsonaro é submetido à internação desde a facada. No ano passado, três hospitalizações ocorreram em setembro quando passou por uma cirurgia para amenizar quadros de suboclusão intestinal e refluxo gástrico esofágico.

Em janeiro de 2023, o ex-presidente ficou hospitalizado no hospital AdventHealth Celebration, em Orlando, na Flórida (EUA), durante seu autoexílio de três meses.

Em 28 de março de 2022, o ex-presidente passou um dia internado após sentir um desconforto abdominal. Havia a suspeita de uma nova obstrução intestinal, mas o quadro não se confirmou.

Em janeiro do mesmo ano, Bolsonaro ficou dois dias no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, por causa de uma obstrução no intestino. À época, o médico-cirurgião que o acompanha desde que foi ferido, Antônio Luiz Macedo, afirmou que o quadro foi ocasionado por um "camarão não mastigado".

Complicações de saúde

No mês de julho de 2021, após um soluço insistente que durou 11 dias, o ex-presidente realizou exames no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, e foi constatada uma obstrução intestinal. Ele foi transferido para o Vila Nova Star. Na ocasião, ele passou oito dias internado.

Em 25 de setembro de 2020, Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um cálculo na bexiga, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ele recebeu alta médica no dia seguinte.

No primeiro ano de seu governo, em 8 de setembro de 2019, o ex-presidente foi submetido a uma cirurgia para a correção de uma hérnia incisional — a condição foi uma decorrência de sucessivos procedimentos na região do abdômen. O procedimento ocorreu no Vila Nova Star. Bolsonaro deixou o hospital oito dias depois.

Também em 2019, Bolsonaro passou por uma cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia que usava desde que fora esfaqueado. O procedimento ocorreu em 28 de janeiro, seu primeiro mês de governo, no Albert Einstein, e durou cerca de sete horas.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Qual o melhor horário para se exercitar? Estudo responde
Ciência

Qual o melhor horário para se exercitar? Estudo responde

Há um dia

Startup de saúde se une a ONG para usar sua tecnologia em mutirão no Paraná
Um conteúdo Bússola

Startup de saúde se une a ONG para usar sua tecnologia em mutirão no Paraná

Há 4 dias

Cid presta novo depoimento à PF sobre áudios com críticas a Moraes
Brasil

Cid presta novo depoimento à PF sobre áudios com críticas a Moraes

Há 5 dias

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR
Brasil

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais