Brasil

Bolsonaro diz que Brasil gasta demais com educação em relação ao PIB

Citando a Lava Jato da Educação, presidente sugere erros em prioridades de ensino e nos recursos aplicados na área

Bolsonaro: presidente criticou o valor gasto pelo Brasil com educação (Valter Campanato/Agência Brasil)

Bolsonaro: presidente criticou o valor gasto pelo Brasil com educação (Valter Campanato/Agência Brasil)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de março de 2019 às 10h46.

Última atualização em 4 de março de 2019 às 12h19.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (4), pelo Twitter, que o Brasil gasta muito com educação. "Brasil gasta mais em educação em relação ao PIB que a média de países desenvolvidos", publicou. No post, o presidente fez uma comparação com o valor de R$ 30 bilhões investidos pelo Ministério da Educação (MEC) em 2003 e os R$ 130 bilhões aplicados no setor em 2016.

Bolsonaro ressaltou ainda a posição do país no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA). No ranking divulgado em 2016, o Brasil ficou na 66ª posição em matemática, 63ª em ciências e 59ª em leitura. Um total de 70 países foram analisados. O Brasil apresentou queda de pontuação nas três áreas.

O presidente afirmou ainda que há erros nas prioridades do que é ensinado aos alunos e nos recursos aplicados na educação brasileira. Como medida, Bolsonaro citou a "Lava Jato da Educação", uma parceria entre o MEC, o Ministério da Justiça, a Polícia Federal, a Advocacia e Controladoria Geral da União para fiscalizar fraudes no setor. "Dados iniciais revelam indícios muito fortes que a máquina está sendo usada para manutenção de algo que não interessa ao Brasil", publicou o presidente.

 

 

Acompanhe tudo sobre:EducaçãoJair BolsonaroMEC – Ministério da Educação

Mais de Brasil

Governo federal libera mais R$ 1,8 bilhão para ações de apoio ao RS

Prefeitura de Porto Alegre fecha comportas do Cais Mauá para barrar água do Guaíba

PT concorda com revisão de benefícios fiscais, mas critica Tarcísio por aumento para 2025

Onda de frio: temperatura terá queda brusca no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte a partir de sexta

Mais na Exame