Acompanhe:

Após ser alvo de protestos, Gilmar Mendes é homenageado pela Câmara

Gilmar Mendes foi o principal alvo de atos na rua contra o STF no último domingo

Modo escuro

Continua após a publicidade
Gilmar Mendes: protestos têm pedido cassação de ministro do STF (Adriano Machado/Reuters)

Gilmar Mendes: protestos têm pedido cassação de ministro do STF (Adriano Machado/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 21 de novembro de 2019 às, 10h28.

Última atualização em 2 de dezembro de 2019 às, 15h29.

São Paulo — Três dias depois de ser alvo de manifestações pelo País, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi homenageado pela Câmara nesta quarta-feira, 20, com a Medalha Mérito Legislativo, a mais importante honraria concedida pela Casa. O prêmio foi entregue pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Além de Gilmar, também foram agraciados o general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atualmente assessor do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, o desenhista e empresário Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica, e o youtuber Felipe Neto - que não compareceram à cerimônia e enviaram representantes.

Para o deputado Mário Heringer (PDT-MG), segundo secretário da Câmara, a premiação é uma maneira de aproximar o Legislativo do cidadão. "Esse prêmio reconhece e faz aproximar a sociedade da Câmara dos Deputados. É um reconhecimento que se faz às pessoas que tem trabalhado pelo Brasil", disse o parlamentar.

Gilmar Mendes foi o principal alvo de atos na rua contra o Supremo no domingo (17). Em São Paulo, manifestantes se reuniram na Avenida Paulista para pedir o impeachment do ministro. O protesto foi marcado também por declarações em defesa do ex-juiz da Lava Jato e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, do presidente Jair Bolsonaro, e ofensas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, à esquerda e a outros ministros do STF.

Também houve atos em Brasília, onde, segundo estimativa da Polícia Militar do Distrito Federal, de 800 a mil pessoas estiveram no fim da tarde do domingo em frente ao Congresso para pedir a cassação de Gilmar. No Rio de Janeiro, o grupo se reuniu em Copacabana (zona sul) e ocupou menos de um quarteirão da orla. A PM não estimou o público presente nos atos de São Paulo e do Rio.

Pedidos de impeachment

Como revelou o jornal O Estado de S. Paulo, o número de pedidos de impeachment de ministros do STF atingiu em 2019 um patamar recorde. Desde janeiro, foram 14 representações contra integrantes da Corte, cinco a mais do que no ano passado.

O presidente do STF, Dias Toffoli, é o mais visado. Metade dos pedidos protocolados neste ano é para que ele perca o cargo de ministro da Corte Suprema. Foco das manifestações de domingo, Gilmar Mendes vem logo atrás, com cinco, o mesmo número de Alexandre de Moraes.

Últimas Notícias

Ver mais
Câmara aprova urgência e acelera pacote para frear invasões do MST
Brasil

Câmara aprova urgência e acelera pacote para frear invasões do MST

Há 4 horas

Após embate com Padilha, Lira anuncia a líderes da Câmara que vai destravar demandas da oposição
Brasil

Após embate com Padilha, Lira anuncia a líderes da Câmara que vai destravar demandas da oposição

Há 4 horas

Comissão do Congresso aprova MP de Haddad que trava compensações tributárias
Economia

Comissão do Congresso aprova MP de Haddad que trava compensações tributárias

Há 8 horas

Quem precisa fazer prova de vida em 2024? Entenda como vai funcionar procedimento automático do INSS
seloMinhas Finanças

Quem precisa fazer prova de vida em 2024? Entenda como vai funcionar procedimento automático do INSS

Há 16 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais