Brasil

Anel superior da Fonte Nova é implodido

Estádio vai dar lugar a uma nova arena orçada em R$591 milhões para a Copa de 2014

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h46.

O anel superior da Fonte Nova, um dos principais templos do futebol baiano com 59 anos de história, foi implodido na manhã deste domingo em Salvador. No local, será construída uma arena para sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014. O novo estádio, que deve ser entregue em dezembro de 2012, foi orçado em R$ 591,7 milhões e terá capacidade para 50.433 torcedores.

A implosão deste domingo levou 17 segundos. Foram utilizados mais de 700 quilos de explosivos, alocados em 138 pilares. Ao término do procedimento, restou apenas a Tribuna de Honra, que será desmontada mecanicamente, assim como ocorreu anteriormente com o anel inferior.

O fim da Fonte Nova foi decretado em 25 de novembro de 2007, quando a torcida do Bahia lotava os 60 mil lugares disponíveis em partida contra o Vila Nova, válida pela Série C do Campeonato Brasileiro. Aos 37 minutos do segundo tempo, um trecho do anel superior não suportou o peso e ruiu. Sete torcedores morreram e o estádio foi oficialmente interditado no dia seguinte.

Desde então, a Fonte Nova primeiro virou abrigo para sem-teto. E depois de eles serem retirados para o início das obras, em junho tornou-se ponto de tráfico e de consumo de drogas. Seu ocaso, no entanto, não deixou de ser histórico: foi o primeiro estádio a ser demolido por explosão na América Latina.

Acompanhe tudo sobre:BahiaConstrução civilCopa do MundoEsportesFutebolIndústriaIndústrias em geral

Mais de Brasil

Incidentes cibernéticos em sistemas do governo dobram no primeiro semestre de 2024

Luciano Hang é condenado à prisão pela Justiça do RS por ataques a arquiteto

Com atraso, abrangência menor e sem Lula, governo lança programa Voa Brasil para aposentados de INSS

Mais na Exame