Lula encerra participação na COP28 e fala em avanço da genética para produzir e preservar

Neste domingo, 3, presidente falou à imprensa antes de embarcar para compromisso na Alemanha

Presidente Lula em coletiva com a imprensa após participação na COP28 (Mariana Grilli/Exame)

Presidente Lula em coletiva com a imprensa após participação na COP28 (Mariana Grilli/Exame)

Mariana Grilli
Mariana Grilli

Repórter de Agro

Publicado em 3 de dezembro de 2023 às 06h06.

Última atualização em 3 de dezembro de 2023 às 07h44.

Dubai, Emirados Árabes - Na manhã deste domingo, 3, no horário de Dubai, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou com a imprensa no hotel The Address Dubai Marina, antes de embarcar para o próximo compromisso na Alemanha. Lula fez um balanço sobre a participação brasileira na COP28, a qual considerou positiva.

Leia também: Na COP28, Lula destaca importância do etanol na agenda de transição energética

“Ninguém pode discutir o clima sem levar em conta a existência do nosso país, nossa experiência e o que vai acontecer nessa questão da transição energética. O Brasil está fazendo revolução econômica a partir da renovação energética e da bioeconomia”, disse.

Para evoluir no cenário da bioeconomia, Lula disse que quer convencer os investidores da agricultura e pecuária a manter a floresta intacta. “É possível termos terra para plantar o que quiser, com o avanço da genética e da engenharia. Podemos produzir mais na mesma quantidade de hectares, se discutirmos o avanço da genética”, afirmou.

Acompanhe a cobertura especial da COP28 na EXAME

O presidente citou novamente a recuperação de 40 milhões de hectares de pastagens degradadas, o que facilitará a produção sem alteração nos biomas.

“Temos que fazer disso, não um santuário, mas um modelo de desenvolvimento. Temos que transformar a preservação numa fonte de recursos constante, não apenas financiamento para não desmatar”, disse.

Leia também: COP28: em reunião com a sociedade civil, Lula pede articulação política e pluralidade; e é cobrado

Mais de EXAME Agro

Agricultura confirma mais 1 caso de gripe aviária em ave silvestre no País; total sobe para 163

Produtoras de café e cacau contam como lidam com mudanças climáticas

Brasil regula abate e processamento de animais para mercado religioso

Porto de Paranaguá dobra para 3,2 milhões de toneladas exportação de soja para China no 1º tri

Mais na Exame