Agrishow 2022: TIM fecha parceria para levar 4G a fazenda gigante no Pará

Operadora formaliza acordo com Agropalma, uma das maiores produtoras de óleo de palma da América Latina, para conectar mais de 120 mil hectares; operadora inaugurou 5G no campo em março
Alexandre Dal Forno, diretor de desenvolvimento de mercado IoT & 5G da TIM: 4G em fazenda no Pará (Divulgação/divulgação)
Alexandre Dal Forno, diretor de desenvolvimento de mercado IoT & 5G da TIM: 4G em fazenda no Pará (Divulgação/divulgação)
Por Carla AranhaPublicado em 28/04/2022 14:13 | Última atualização em 28/04/2022 14:29Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A TIM assinou um acordo com a Agropalma, considerada uma das maiores produtoras de óleo de palma sustentável da América Latina, para levar mais conectividade ao campo. A operadora vai levar cobertura 4G inicialmente para uma das principais fazendas da empresa no país, em Tailândia, no Pará — a propriedade rural tem 107 mil hectares, sendo 39 mil hectares de cultivo de palmeiras e o restante de reserva florestal.

O acordo, antecipado com exclusividade pela EXAME, foi fechado nesta quinta, dia 28, durante a Agrishow 2022, maior feira do agronegócio do Brasil, que acontece em Ribeirão Preto (SP) até esta sexta, dia 29 — assista abaixo:

“Ficamos muito satisfeitos com essa parceria inédita no setor”, disse Alexandre Dal Forno, diretor de desenvolvimento de mercado IoT & 5G da TIM. “As fazendas da Agropalma terão acesso à conectividade 4G necessária para habilitar recursos que podem fazer a diferença na rotina das atividades no campo e explorar todo o potencial da internet das coisas, incluindo sensoriamento de plantio orgânico, monitoramento de áreas e rastreamento de caminhões”.

O projeto também prevê a conectividade de seis indústrias de extração de óleo de palma e palmiste, extraído da amêndoa do fruto da palmeira oleaginosa Elaeis guineenses da Agropalma. No total, mais de 120 mil hectares terão acesso à tecnologia 4G. Deverão ser impactadas 2 mil pessoas, segundo a TIM.

“Há alguns anos, temos o desafio de conectar nossa planta em Tailândia, e felizmente pudemos contar com a TIM”, destacou Marcos Costa, diretor financeiro da Agropalma. “A conectividade irá alavancar a expansão dos negócios e será decisiva para atender à demanda da inclusão digital de produtores locais”.

A Agropalma anunciou planos de expandir a produção em 50% até 2025. Para cumprir esse objetivo, a empresa reforçou os investimentos em novas tecnologias, como drones de monitoramento da lavoura, além de novas metodologias para a aplicação de fertilizantes e correções no nível de PH do solo. O faturamento da empresa alcançou R$ 1,4 bilhão em 2020, 40% mais do que em 2019. Em 2021, continuou em expansão, embora não revele números.

A TIM, por sua vez, vem investindo fortemente em conectividade no campo. Em março, a operadora inaugurou o 5G em uma das maiores fazendas de soja no país, a Ipê, em Baixa Grande do Ribeiro, no Piauí, primeira propriedade rural a contar com a tecnologia. O início da operação do sinal no local contou com a participação do ministro Fabio Faria, das Comunicações, que realizou o leilão do 5G no final do ano passado, e o presidente Jair Bolsonaro. “A fazenda, com 5G da TIM, vai fazer com que o nosso agronegócio, que já é tão pujante, fique muito maior”, disse Faria na ocasião.

Em 2021, a TIM registrou lucro de quase R$ 3 bilhões, resultado 60% superior ao obtido em 2020, enquanto a receita líquida teve crescimento de 4,6%, atingindo cerca de R$ 18 bilhões no ano passado.

Notícias exclusivas de agro e o que movimenta o mercado

Você já conhece a newsletter semanal EXAME Agro? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias sobre o agronegócio, assim como reportagens especiais sobre os desafios do setor e histórias dos empreendedores que fazem a diferença no campo.

Toda sexta-feira, você também tem acesso a notícias exclusivas, o que move o mercado e artigos de especialistas.