Exame.com
Continua após a publicidade

Petrobras segura preço da gasolina e investidor desaprova

Papéis da estatal perderam quase 3% nesta sessão, ajudando a pressionar o Ibovespa

25/03/2019 REUTERS/Sergio Moraes (Sergio Moraes/Reuters)
T
Tais Laporta

Publicado em 17 de setembro de 2019 às, 13h06.

São Paulo - Após a valorização na última sessão, as ações da Petrobras operam em forte baixa nesta terça-feira. Em resposta ao aumento da cotação do petróleo, a estatal informou que vai esperar antes de repassar os preços no mercado de combustíveis, discurso endossado pelo presidente Jair Bolsonaro. Para analistas, era tudo o que os investidores não queriam ouviu. Saiba mais no Direto da Bolsa.

Continua após a publicidade

Veja Também

Bitcoin Pizza Day: o que é e qual a importância da data?
Future of Money

Há 3 horas • 4 min de leitura

Bitcoin Pizza Day: o que é e qual a importância da data?

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street
Tecnologia

Há 3 horas • 2 min de leitura

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
TSE rejeita recursos e Sérgio Moro mantém mandato como senador
Brasil

Há 10 horas • 3 min de leitura

TSE rejeita recursos e Sérgio Moro mantém mandato como senador

Moraes diz que não há nenhuma previsão de adiamento das eleições no Rio Grande do Sul
Brasil

Há 11 horas • 2 min de leitura

Moraes diz que não há nenhuma previsão de adiamento das eleições no Rio Grande do Sul

Motoristas de aplicativo estão trabalhando mais horas e ganhando menos, conclui estudo do Ipea
Brasil

Há 11 horas • 3 min de leitura

Motoristas de aplicativo estão trabalhando mais horas e ganhando menos, conclui estudo do Ipea

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2727; prêmio é de R$ 35 mi
seloMinhas Finanças

Há 12 horas • 2 min de leitura

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2727; prêmio é de R$ 35 mi

Desastres naturais impactam as finanças de um em cada cinco adultos nos EUA
ESG

Há 12 horas • 2 min de leitura

Desastres naturais impactam as finanças de um em cada cinco adultos nos EUA