Acompanhe:

WhatsApp limita reenvios de mensagens a cinco contatos

Com 1,5 bilhão de usuários, o aplicativo para Android e iPhone tenta minimizar problemas de disseminação de notícias falsas e boatos

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Reprodução/Getty Images)

(Reprodução/Getty Images)

L
Lucas Agrela

Publicado em 21 de janeiro de 2019 às, 11h14.

Última atualização em 21 de janeiro de 2019 às, 18h16.

São Paulo – A partir desta semana, o WhatsApp limita globalmente de 20 para cinco o número de contatos por vez para o reenvio de mensagens. A medida visa combater a disseminação de boatos e de informações falsas no aplicativo, de acordo com a empresa.

"O WhatsApp avaliou com cuidado esse teste [de limite de encaminhamento] e ouviu o feedback dos usuários durante o período de seis meses. O limite de encaminhamento reduziu significantemente o encaminhamento de mensagens no mundo todo. Começando hoje, todos os usuários da última versão do WhatsApp podem encaminhar apenas cinco mensagens por vez, o que vai ajudar a manter o WhatsApp focado em mensagens privadas com contatos próximos. Continuaremos a ouvir o retorno de nossos usuários sobre sua experiência no app, e com o tempo, procuramos novas maneiras de endereçar a questão do conteúdo viral", informou, em nota a EXAME, o WhatsApp.

O limite de encaminhamento de mensagens já estava em funcionamento na Índia, desde de julho de 2018. O aplicativo teve problemas de propagação de boatos que levaram a assassinatos no país. O recurso também estava em teste nas versões preliminares do app para Android ao longo dos últimos meses.

Uma atualização gratuita do aplicativo trará o novo limite para smartphones Android (que receberão a novidade primeiro) e iPhones. A medida é válida para textos, anexos, vídeos, fotos e áudios.

Pela natureza de comunicação protegida por criptografia, uma codificação inquebrável, o WhatsApp impede que o conteúdo seja analisado por especialistas, como acontece nas redes sociais Facebook ou Twitter–onde parte do conteúdo é público. Se isso favorece a propagação de notícias falsas, também garante que as pessoas possam se comunicar de forma livre, privada e sem interceptação de conversas.

A nova limitação de reenvio de mensagens é mais um recurso que deve ajudar o aplicativo a deixar de ser uma forma de realizar marketing político, o que aconteceu durante a última eleição presidencial no Brasil–contendo não só informações verdadeiras, como também notícias falsas.

 

Últimas Notícias

Ver mais
Telegram adiciona pagamentos por criptomoeda direto do aplicativo
Tecnologia

Telegram adiciona pagamentos por criptomoeda direto do aplicativo

Há um dia

Apple retira WhatsApp e Telegram do mercado da China
Tecnologia

Apple retira WhatsApp e Telegram do mercado da China

Há 2 dias

Zuckerberg entra no 'ringue da IA' com chatbots para o Instagram, Facebook e WhatsApp
Inteligência Artificial

Zuckerberg entra no 'ringue da IA' com chatbots para o Instagram, Facebook e WhatsApp

Há 3 dias

Adobe traz IA generativa para o celular com novo app gratuito
Inteligência Artificial

Adobe traz IA generativa para o celular com novo app gratuito

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais