Westwing sofre ataque cibernético, mas dados vazados não incluem senhas

Até o momento, porém, a operação não foi afetada e continua funcionando normalmente
Westwing: companhia afirma que os criminosos tiveram acesso a arquivos e a um dos servidores da empresa (Paula Arend Laier/Reuters)
Westwing: companhia afirma que os criminosos tiveram acesso a arquivos e a um dos servidores da empresa (Paula Arend Laier/Reuters)
R
Reuters

Publicado em 19/04/2021 às 10:06.

Última atualização em 19/04/2021 às 10:08.

O portal de comércio eletrônico Westwing comunicou nesta segunda-feira que identificou no sábado ataque cibernético criminoso em seu ambiente de tecnologia da informação e que ainda avalia a extensão do incidente. Até o momento, porém, a operação não foi afetada e continua funcionando normalmente.

Em fato relevante, a companhia disse que prontamente acionou seus protocolos de controle e segurança para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos e que o servidor e arquivos afetados não incluem informações financeiras de clientes, como dados de cartão de crédito e senhas de acesso ao site.

"A companhia está apurando a extensão dos efeitos do ataque cibernético em seus sistemas e bases de dados, de modo que até o presente momento, é possível afirmar que se trata de um ataque ransomware que tornou alguns de seus sistemas e arquivos indisponíveis, bem como que o agente criminoso teve acesso não autorizado a arquivos e a um dos servidores da companhia."