Acompanhe:

Sucessor do iPhone X pode ser ainda mais caro

O novo aparelho da Apple pode romper a barreira dos mil dólares, mas versões mais baratas também serão lançadas, dizem analistas

Modo escuro

Continua após a publicidade
iPhone X (Victor Caputo/Site Exame)

iPhone X (Victor Caputo/Site Exame)

L
Lucas Agrela

Publicado em 18 de abril de 2018 às, 11h55.

Última atualização em 18 de abril de 2018 às, 12h01.

São Paulo – O sucessor do iPhone X, que tem preço sugerido de até 7.800 reais no Brasil, pode ser ainda mais caro. De acordo com analistas da consultoria UBS, a nova versão mais refinada do iPhone X, prevista para este ano, pode custar 1.100 dólares. O modelo atual sai por mil dólares nos Estados Unidos (cerca de 3.400 reais, em conversão direta).

"Nos últimos anos, a Apple conseguiu persuadir os seus clientes a aumentar o que pagavam por smartphones de uma média de 600 para quase 800 dólares", de acordo com os analistas Steven Milunovich e Benjamin Wilson, como informa o Business Insider.

Eles estimam que a empresa vai oferecer menos recursos a cada versão inferior do seu modelo topo de linha. Características que devem mudar são funções da câmera e o tamanho da tela. Com isso, a estratégia de preços deve ser oferecer aumentos moderados de preços a cada versão do iPhone. Ao mercado de entrada, a companhia deve seguir apenas oferecendo seus aparelhos antigos, como o iPhone SE–que pode ter queda de preço.

Em uma previsão anterior, a consultoria KGI informou que a Apple deve lançar iPhones com telas OLED, como a do iPhone X, com tamanhos de 6,5 e 5,8 polegadas, além de um modelo com tela LED (mais simples do que a OLED) de 6,1 polegadas. Assim como nas TVs da LG e no Galaxy S9, da Samsung, o benefício prometido nos displays OLED é a melhor reprodução de cores, com destaque para nuances de preto e cinza.

iPhone X dá lucro à Apple

Um relatório recente da consultoria Counterpoint Research indica que quem pensa que a Apple não consegue vender o iPhone mais caro da história está enganado. O documento diz que o iPhone X foi responsável por 21% do faturamento e 35% do lucro do mercado de smartphones no quarto trimestre de 2017. No caso da rival Samsung, o smartphone Galaxy Note 8 foi o que mais deu lucro à companhia.

Counterpoint-Research

(Counterpoint Research/Divulgação)

Fora isso, o lucro da Apple com o iPhone X foi 5 vezes maior do que aparelhos de mais de 600 marcas que têm produtos com sistema Android. No total, a Apple ficou com 86% dos lucros do segmento, considerando todos os modelos de iPhone disponíveis.

Últimas Notícias

Ver mais
Apple retira WhatsApp e Telegram do mercado da China
Tecnologia

Apple retira WhatsApp e Telegram do mercado da China

Há 22 horas

Apple quer reformular Macbooks com chips projetados para inteligência artificial
Inteligência Artificial

Apple quer reformular Macbooks com chips projetados para inteligência artificial

Há uma semana

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado
Tecnologia

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado

Há uma semana

Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora
Tecnologia

Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais