• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.85
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 19,01 -0.47
  • ALUP11 R$ 26,80 0.75
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 30,05 -1.60
  • AMER3 R$ 23,47 1.65
  • AMZO34 R$ 66,64 -0.42
  • ANIM3 R$ 5,45 -1.09
  • ARZZ3 R$ 81,36 0.20
  • ASAI3 R$ 15,96 3.30
  • AZUL4 R$ 21,10 -0.66
  • B3SA3 R$ 12,04 1.95
  • BBAS3 R$ 37,00 3.64
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.85
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 19,01 -0.47
  • ALUP11 R$ 26,80 0.75
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 30,05 -1.60
  • AMER3 R$ 23,47 1.65
  • AMZO34 R$ 66,64 -0.42
  • ANIM3 R$ 5,45 -1.09
  • ARZZ3 R$ 81,36 0.20
  • ASAI3 R$ 15,96 3.30
  • AZUL4 R$ 21,10 -0.66
  • B3SA3 R$ 12,04 1.95
  • BBAS3 R$ 37,00 3.64
Abra sua conta no BTG

Site 'PFF Para Todos' mostra que máscara que protege também é acessível

Site disponibiliza links para sites e lojas por todo o Brasil que vendem máscaras PFF; maioria dos preços varia entre 2 e 4 reais por unidade
 (Getty Images/Roman Lukiw Photography)
(Getty Images/Roman Lukiw Photography)
Por Laura PanciniPublicado em 20/03/2021 08:00 | Última atualização em 07/01/2022 17:00Tempo de Leitura: 4 min de leitura

As máscaras de pano já estão ultrapassadas. Considerando as dificuldades para manter a campanha de vacinação em alto ritmo e a lotação das UTIs por todo o Brasil, urge a necessidade de buscar outras formas eficazes e imediatas de proteção. 

O PFF Para Todos surgiu com essas preocupações em mente. O site busca e organiza sites e lojas que vendem diversos tipos de máscara PFF, organizando-as por estado e até em uma planilha. O usuário pode filtrar por preferências como: qual estado, qual modelo e fabricante, preço por unidade, preço total ou fabricante.

A plataforma também conta com dicas sobre como reutilizar a máscara, qual a diferença entre alguns modelos, perguntas frequentes e sites de confiança para se informar.

Em entrevista à EXAME,  o cofundador e professor Bruno Carvalho explica que, na sexta-feira de Carnaval, viu que a conta @estoque_pff havia sido suspensa temporariamente por uma confusão: o Twitter assumiu que os links de site sendo postados para comprar as máscaras eram spam.

Quando a Estoque PFF voltou para o Twitter, Carvalho se introduziu e sugeriu a criação de um site para organizar todos os links disponíveis. Agora, com com cinco semanas no ar, o site soma 360.000 visitantes únicos. O maior pico foi na última terça-feira (16), com 70.000 novos usuários em um dia.

Por que usar máscaras PFF? 

“A grande diferença da PFF é que ela garante que todo ar que a pessoa respira vai passar por uma filtração”, diz Carvalho. Ele ressalta que as máscaras de pano e cirúrgicas não passam pela mesma filtração e, por terem bastante abertura, boa parte do ar acaba vazando. 

As PFFs conseguem capturar partículas de 0,3 micrômetros e, apesar de terem o mesmo mecanismo, seus modelos têm eficácia de filtragem diferentes. Enquanto uma máscara de pano tem 20% de eficácia de filtragem e a cirúrgica “entre 20 e 30%”, de acordo com Carvalho, a PFF1 tem filtragem mínima de 80%; a PFF2 de 94% e a PFF3 de 99%.

Muitos assumem que máscaras que protegem mais, também são mais caras. O PFF Para Todos mostra o contrário: existem unidades sendo vendidas por R$ 1,30 e a maioria fica entre a faixa de 2 a 4 reais. Ela também pode ser usada por um turno de trabalho normal (8 horas) e, para reutilizá-la, o recomendado é deixá-la tomando ar por três dias.

No Brasil, há uma disseminação muito grande de máscaras de tecido de baixa qualidade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que este tipo de máscara tenha três camadas de tecido: algodão, poliéster e TNT. Por aqui, porém, são comuns as com duas camadas de algodão ou com uma camada de poliéster, que tem eficácia muito baixa.

Apesar disso, as máscaras PFF2 estão sendo mais produzidas do que nunca no Brasil: em fevereiro deste ano, foram registradas 62 empresas fabricantes ou importadoras de máscaras PFF2, 34 a mais do que o mesmo mês no ano anterior. 

De acordo com levantamento realizado pela Animaseg (Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho), a produção nacional de máscaras PFF2 triplicou em 2020 e a indústria nacional aumentou sua capacidade de produção para 45 milhões por mês. Portanto, não há risco de escassez.

Carvalho acredita que, enquanto a vacina não chega para alguns, a máscara PFF é uma das poucas soluções rápidas e baratas que podem ajudar a evitar o colapso do sistema de saúde. “Elas são baratas e garantem um grau de proteção muito grande”, diz ele. “A melhor coisa que você pode fazer é não ser infectado pela covid-19 e nem transmitir, e a máscara PFF ajuda justamente nisso.”

Acesse o site e saiba mais.