Sharp vai ingressar no mercado de e-readers

Tóquio- A Sharp afirmou nesta terça-feira que planeja ingressar no mercado de leitores eletrônicos, buscando deter uma fatia do aquecido e disputado mercado popularizado pela Amazon.

A Sharp planeja oferecer um serviço de distribuição de livros virtuais e lançar ainda este ano equipamentos compatíveis para leitura, que também permitirão aos usuários assistir a vídeos e ouvir arquivos de áudio.

A empresa disse que conta com o apoio de diversas editoras no Japão e em outros países.

A rápida popularidade do iPad, da Apple, impulsionou o crescimento dos mercados de leitores e de livros virtuais, e a concorrência mundial vem aumentando a cada dia entre Amazon, Barnes & Noble e Sony, que reduziram os preços de seus equipamentos no mês passado como resposta ao iPad.

No Japão, empresas como a Sony e a operadora de telefonia celular KDDI se uniram para distribuir livros digitais, buscando eliminar a resistência de editoras.

O Google também afirmou este mês que planeja lançar um serviço de livros eletrônicos no Japão no início de 2011.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também