Sandálias usadas por Steve Jobs são leiloadas por mais de R$ 1 milhão

O vencedor também levou um NFT da peça

O leilão do par de couro, da marca alemã Birkenstock, ocorreu no domingo, 13, realizado pela Julien’s Auctions, em Nova York (Kimberly White/Getty Images)
O leilão do par de couro, da marca alemã Birkenstock, ocorreu no domingo, 13, realizado pela Julien’s Auctions, em Nova York (Kimberly White/Getty Images)
EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 16 de novembro de 2022 às 20h25.

Um comprador não identificado arrematou por R$ 1,1 milhão um par de sandálias usadas por Steve Jobs, o criador da Apple, durante os primeiros anos da empresa. Jobs usou tanto os chinelos durante as décadas de 1970 e 1980 que a palmilha tem a marca dos pés do inventor, morto em 2011. O vencedor também levou um NFT da peça.

O leilão do par de couro, da marca alemã Birkenstock, ocorreu no domingo, 13, realizado pela Julien’s Auctions, em Nova York. O valor pago em dólar foi de US$ 218.750 , superior à expectativa dos organizadores, que esperavam vendê-las por até US$ 80.000 (cerca de R$ 430 mil).

Quer ficar por dentro das maiores novidades da tecnologia? Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia.

O primeiro dono das sandálias foi Mark Sheff, secretário da casa do criador da Apple. À revisa Vogue, ele disse que Jobs criava os próprios calçados. As peças do empresário já foram expostas nos Estados Unidos e na Europa. Chrisann Brennan, ex-mulher de Jobs, disse, durante uma das exposições dos chinelos, que os itens faziam parte do lado simples do americano.

Em entrevista à NPR, o diretor-executivo da casa de leilões, Martin Nolan, afirmou que esse foi o maior preço já pago por um calçado e é um recorde da casa. Outros itens de Jobs têm sido leiloados nos últimos anos. O Apple-1, por exemplo, foi arrematado neste ano por US$ 677.196, próximo de R$ 3,6 milhões.

Outros calçados de famosos já foram comprados por maior quantia. Há um ano, um tênis da Nike usado por Kanye West no Grammy de 2008 foi vendido por US$ 1,8 milhão (quase R$ 10 milhões) , enquanto um par da mesma marca , mas usado por Michael Jordan em 1984, foi vendido por US$ 1,47 milhão (quase R$8 milhões).

LEIA TAMBÉM: 

Acompanhe tudo sobre:LeilõesSteve Jobs

Mais de Tecnologia

Pulga atrás da orelha: minha experiência com o Vision Pro, da Apple

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Em Santa Catarina, médico leva Apple Vision Pro para ser usado em cirurgia ortopédica

TikTok dá mais um passo para fora dos Estados Unidos

Mais na Exame