Jogadoras mulheres têm desempenho melhor em game online, diz startup

Segundo o estudo de uma startup de inteligência artificial, as jogadoras mulheres atingem uma pontuação maior do que a média no jogo Dota2

São Paulo – Um estudo realizado pela empresa de inteligência artificial Gosu.ai com 3,5 milhões de jogadores de Dota2 identificou que as jogadoras mulheres têm um desempenho melhor que o dos homens no game.

Os dados mostram que elas apresentam uma frequência de vitórias 44% maior do que a média dos jogadores do sexo masculino. Além disso, as mulheres também conseguem evoluir suas habilidades no jogo mais rapidamente que os jogadores homens, em média. Elas conseguem alcançar 187 pontos por mês, numa escala de pontuação que vai de 0 a 250 — nível acima do que a maior parte dos jogadores.

Dota2, um jogo multiplayer de batalha via internet, é um dos games mais populares do mundo. Ele mistura os gêneros ação, estratégia e RPG em uma partida online com diversos jogadores.

Para fazer a pesquisa, a Gosu.ai avaliou cada partida dos jogadores pesquisados e as suas estatísticas de desempenho. O resultado é que, embora apenas 4% dos jogadores fossem mulheres, elas mostraram ter um desempenho e uma evolução melhor. Segundo a empresa, outras categorias de jogadores que também se saem melhor que a média são aqueles que fazem exercícios pelo menos quatro vezes por semana e jogadores que não costumam viajar. Já entre os jogadores que têm um desempenho menor que a média estão os que jogam o game num idioma diferente da sua língua nativa.

Com escritórios na Rússia e na Lituânia, a Gosu.ai é conhecida por ter desenvolvido um assistente virtual que auxilia gamers a melhorar suas habilidades. Chamado de “Gosu Assistant”, o sistema analisa as partidas e as estatísticas e dá recomendações para o jogador. Por meio do uso de machine learning – técnica de inteligência artificial que simula o processo de aprendizagem humano com a eficiência de um computador – , o assistente auxilia os jogadores no pré-jogo, sugere ferramentas para a partida e dicas para derrotar os oponentes.No momento, o sistema está disponível para os games Dota2, CS:GO e PUBG.

A imagem abaixo demonstra o aumento mensal da pontuação dos jogadores, classificados em diferentes categorias:

 (Gosu.ai/Divulgação)

A startup, que arrecadou 1,9 milhão de dólares para automatizar o treinamento de gamers, tem como rivais as empresas Mobalytics, Dojomadness e moreMMR. A diferença entre elas é o fato de as três últimas apresentarem estatísticas e recomendações de maneira mais ampla, enquanto o assistente da Gosu.ai acompanha o competidor durante toda a partida, como uma espécie de conselheiro, e oferece dicas para melhorar habilidades específicas.

Com o crescimento do mercado de jogos mundial, que deve chegar a 180 bilhão de dólares até 2021, assistentes virtuais como o Gosu.ai têm espaço para se desenvolver e ganhar mercado, atuando como um treinador virtual para quem deseja aumentar sua performance nos jogos digitais.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.