• AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
  • AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
Abra sua conta no BTG

iPhone ou Android: qual smartphone desvaloriza mais em um ano?

Um dos smartphones passa por duas vezes mais depreciação do que o outro no mercado
iPhone 11: em comparação com celulares da Samsung, qual desvaloriza mais? (Getty Images/Budrul Chukrut/SOPA Images/LightRocket)
iPhone 11: em comparação com celulares da Samsung, qual desvaloriza mais? (Getty Images/Budrul Chukrut/SOPA Images/LightRocket)
Por Tamires VitorioPublicado em 22/01/2021 09:55 | Última atualização em 22/01/2021 09:55Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A piada de "quando sair o iPhone 13 eu compro o 4" parece fazer bastante sentido quando se olham os números relacionados ao smartphone da Apple. Segundo o site BankMyCell, que monitora os preços de troca de celulares, um iPhone desvaloriza duas vezes menos que um Android.

Em 2020, segundo o site, celulares top de linha com o sistema operacional do Google tiveram uma desvalorização de 33,6%, enquanto os aparelhos da maçã desvalorizaram apenas 16,7%.

O Galaxy S20, da sul-coreana Samsung, por exemplo, desvalorizou 34,7%. O iPhone 11, por sua vez, teve uma queda em seu valor de apenas 12,8%. O iPhone 11 Pro é o que mais desvalorizou na linha lançada em 2019, com uma queda de 21,3%. Os smartphones da Samsung comparados no documento passaram por desvalorizações sempre acima de 30%.

Já os celulares da série Pixel, do Google, perdem cerca de 38,4% de seu valor em um ano – sendo que o Pixel 4, também lançado em 2019, lidera a lista dos mais depreciados, com uma queda de 40,5%.

Mas, no mundo todo, as marcas Sony, Motorola e HTC tiveram desempenhos ainda piores – com uma queda de valor de 39,5%, 42,5% e 53% no ano passado inteiro, respectivamente.

Em dois anos, o iPhone pode perder 45,4% de seu valor original de venda, enquanto o Android passa por uma queda de 71,4%. A linha dos smartphones da Apple lançada em 2018, por exemplo, depreciou apenas 23,4% até o final do ano passado.

Veja Também

Moradores de São Paulo passam a usar celular sem Pix na rua
Brasil
Há uma semana • 6 min de leitura

Moradores de São Paulo passam a usar celular sem Pix na rua

Celular reserva e senha no chip: como tornar o smartphone mais seguro
Tecnologia
Há uma semana • 8 min de leitura

Celular reserva e senha no chip: como tornar o smartphone mais seguro

Apple testa iPhone com carregador USB para atender lei da UE
Tecnologia
Há uma semana • 3 min de leitura

Apple testa iPhone com carregador USB para atender lei da UE

Bitcoin e Apple: qual a rentabilidade de dois dos maiores ativos do mundo?
Future of Money
Há uma semana • 6 min de leitura

Bitcoin e Apple: qual a rentabilidade de dois dos maiores ativos do mundo?