Tecnologia

Conteúdo de comunidades do Orkut aparecerá nos resultados do Google

Segundo comunicado publicado no blog oficial da rede social, indexação ocorrerá de forma gradual nas próximas semanas

Fotos e informações de perfil não serão exibidos para não-usuários da rede social (INFO)

Fotos e informações de perfil não serão exibidos para não-usuários da rede social (INFO)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de dezembro de 2010 às 15h40.

São Paulo - O Orkut anunciou nesta segunda-feira (12) que vai liberar o conteúdo das comunidades do Orkut para serem indexados por mecanismos de buscas, como o Google e o Bing. O anúncio foi publicado pelo engenheiro de software do Orkut, Bruno Ferreira, no blog do Orkut.

“No Google, acreditamos que a informação deve ser universalmente acessível e útil. Com isso em mente, estamos fazendo as informações criadas e compartilhadas pelos usuários em suas comunidades acessível para o mundo! Qualquer usuário da internet será capaz de encontrar comunidades de conteúdo utilizando motores de busca como o Google”, publicou Ferreira.

De acordo com o anúncio, somente as comunidades com acesso público terão seu conteúdo indexado. Comunidades com acesso privado aos usuários terão publicadas na web somente suas descrições .

Ainda segundo o comunicado, as fotos e informações de perfil dos autores das mensagens não serão exibidos para não usuários da rede social.

O Orkut é um grande centro de discussão e compartilhamento de conteúdo, tendo comunidades para praticamente todo o tipo de interesse. A indexação deve acontecer de forma gradual nas próximas semanas.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaGoogleInternetOrkutRedes sociaisServiços onlineSitesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Colher elétrica promete 'temperar' alimento sem utilizar mais sal

Mais na Exame