Clubhouse fecha nova rodada de investimento e é avaliado em US$ 4 bilhões

Com novo aporte, a rede social de áudio fundada há um ano pretende continuar sua expansão internacional
Clubhouse: a rede social de áudio teve crescimento exponencial (Jaap Arriens/NurPhoto/Getty Images)
Clubhouse: a rede social de áudio teve crescimento exponencial (Jaap Arriens/NurPhoto/Getty Images)
Por Da redação, com agência ReutersPublicado em 18/04/2021 16:16 | Última atualização em 18/04/2021 16:25Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O aplicativo de conversas em áudio Clubhouse recebeu uma nova rodada de investimentos, disse a empresa durante seu encontro semanal no domingo, sem divulgar o valor arrecadado.

Segundo uma fonte ouvida pela agência Reuters, o novo aporte avalia a empresa em 4 bilhões de dólares.

O aplicativo disse que a nova rodada de investimento foi liderada por Andrew Chen, da firma de venture capital Andreessen Horowitz, com grandes investidores como DST Global, Tiger Global e Elad Gil.

Clubhouse e Andreessen Horowitz não responderam apedidos de comentários sobre quanto a rodada arrecadou.

A empresa com sede em São Francisco, cujo aplicativo permite que as pessoas discutam tópicos variados em salas de bate-papo de áudio, viu seu aumento de popularidade após as aparições dos bilionários Elon Musk e Mark Zuckerberg.

Esta é a terceira rodada de investimentos do Clubhouse desde a sua fundação em março do ano passado. O aporte mais recente havia sido em janeiro, quando o aplicativo levantou cerca de US$ 100 milhões, pouco antes de sua popularidade explodir no mundo.

"Isso (o novo investimento) nos permitirá expandir fortemente nossa equipe para apoiar o crescimento internacional, investir em recursos de localização e acessibilidade, lançar mais programas como o Creator First para ajudar os criadores a serem pagos, investir profundamente em descobertas para ajudar as pessoas a encontrarem os melhores quartos e continuar a dimensionar nosso apoio e equipes de saúde comunitária", disse a empresa em comunicado.