Sem iPhone, Apple anuncia pacote inédito de assinaturas de serviços

Apple One, então, é uma boa jogada para aproveitar mercado que só cresce para Apple: o de serviços, como Apple Music e Apple TV+

A Apple anunciou nesta terça-feira, 15, em seu evento anual sobre novidades, um pacote de assinaturas que unirá a Apple TV, a Apple Music, o Apple Arcade e o Apple News+. Até mesmo a assinatura do iCloud estará inclusa no pacote. Os assinantes do Apple One terão, inclusive, acesso a aulas de exercícios físicos em seus dispositivos Apple, o Fitness+.

Serão oferecidos alguns planos, como o individual, que custará 14,95 dólares por mês (cerca de 78,79 reais na cotação atual) com o Apple Music, Apple TV+, o Apple Arcade e o iCloud inclusos; outro plano familiar que custará 19,95 dólares por mês (105,14 reais) e dará acesso aos mesmos serviços, porém pode ser dividido com outras pessoas. Por fim, o plano mais caro custará 29,95 dólares por mês (157,84 reais) e incluirá todos os serviços oferecidos pela Apple. O Apple One deve chegar oficialmente no final deste ano.

Apple One: pacote de assinaturas da Apple será um pouco caro

Apple One: pacote de assinaturas da Apple será um pouco caro (Apple/Reprodução)

No segundo trimestre de 2020, o iPhone representava 44,2% da receita da Apple, menos da metade. O percentual é muito diferente do que a Apple tinha no quarto trimestre de 2017, quando o iPhone era 69,7% do negócio.

Com assinaturas mensais de seus serviços, a Apple passa a ter uma receita mais previsível e menos dependente dos resultados de vendas trimestrais de dispositivos eletrônicos, que podem ser afetadas por crises, como a quarentena do novo coronavírus.

Nos últimos dois anos, comparando o segundo trimestre de 2018 com o de 2010, a receita da área de serviços da Apple cresceu 23%, graças a serviços como o Apple Music, o Apple TV+, o iCloud e o Apple Arcade.

Em ordem decrescente, as divisões mais lucrativas da Apple são iPhone, Serviços, Mac, iPad e Vestíveis, Casa e Acessórios.

O Apple One, então, é uma boa jogada para aproveitar um mercado que só cresce: o de serviços. A Amazon, por exemplo, oferece seu pacote de assinaturas (o Prime) por 9,90 reais no Brasil. Com ele, o usuário consegue acessar o serviço de streaming da companhia, bem como ter frete grátis na hora das compras.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.