Tecnologia

Amazon oferecerá reembolso de editoras a clientes do Kindle

Multa foi definida após um acordo judicial em uma ação contra editoras por um caso de fixação de preços


	Amazon: gigante do comércio eletrônico disse que as quantias exatas não serão divulgadas até que a justiça finalize o acordo
 (Getty Images)

Amazon: gigante do comércio eletrônico disse que as quantias exatas não serão divulgadas até que a justiça finalize o acordo (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de outubro de 2012 às 21h29.

Nova York - A Amazon anunciou que oferecerá reembolsos aos clientes que compraram livros eletrônicos, após um acordo parcial em uma ação contra editoras por um caso de fixação de preços.

O gigante do comércio eletrônico disse que as quantias exatas não serão divulgadas até que a justiça finalize o acordo, mas indicou que os reembolsos provavelmente oscilem entre 0,30 e 1,32 dólares para certos livros para Kindle comprados entre abril de 2010 e maio de 2012.

Nas notificações aos clientes nos últimos dias, a Amazon informou que as editoras Hachette, Harper Collins e Simon and Schuster aceitaram um acordo em uma ação judicial do governo dos Estados Unidos, em que se alegava uma conspiração de fixação de preços com a Apple, prejudicial à gigante do varejo.

Os acordos criam um fundo de 69 milhões de dólares para reembolsos.

As autoridades disseram que o plano buscava terminar com os descontos da Amazon, que vendeu a maioria dos e-books a 9,99 dólares até que as editoras impusessem o novo plano de preços.

Acompanhe tudo sobre:AmazonComércioE-booksEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetKindlelojas-online

Mais de Tecnologia

Vício em TikTok? O que é 'brainrot' e por que o termo está tão em alta

Mais 168 cidades podem ter internet 5G a partir de sexta-feira; veja a lista

Carros autônomos: os robotáxis começam a virar realidade para a Waymo, do Google

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Mais na Exame