Tecnologia

Amazon lança loja de aplicativos para Android na China

Companhia inaugurou sua loja do e-book Kindle para os usuários chineses baixarem aplicativos, tanto gratuitos como pagos


	Kindle Fire, a tablet da Amazon: App Store deve competir com centenas de rivais locais que oferecem aplicativos pagos e gratuitos
 (Spencer Platt/Getty Images)

Kindle Fire, a tablet da Amazon: App Store deve competir com centenas de rivais locais que oferecem aplicativos pagos e gratuitos (Spencer Platt/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 6 de maio de 2013 às 11h22.

Xangai - A Amazon.com lançou uma loja de aplicativos para Android que oferece aplicativos pagos na China, superando o Google no país, conforme a varejista online busca aumentar a quantidade de conteúdo digital ofertado no maior mercado de telefonia móvel do mundo.

A Amazon, que inaugurou sua loja do e-book Kindle na China em dezembro, lançou sua loja de aplicativos Android no fim de semana para os usuários chineses baixarem aplicativos, tanto gratuitos como pagos, afirmou o porta-voz da Amazon na China, Billy Huang, nesta segunda-feira.

A loja oficial de aplicativos do Google só oferece aplicativos gratuitos na China. O Google China não quis comentar o assunto. Android é o sistema operacional móvel de fonte aberta do Google.

A App Store da Amazon deve competir com centenas de rivais locais que oferecem aplicativos pagos e gratuitos, alguns deles piratas, e os usuários muitas vezes se preocupam com malwares ao fazer o download a partir destes sites.

A Amazon é a primeira empresa ocidental de tecnologia a oferecer uma plataforma para aplicativos pagos de Android na China, e Huang disse que a empresa estava trabalhando com desenvolvedores de software para aumentar o número de aplicativos em oferta.

O lançamento da App Store e da loja de e-book Kindle na China abre o caminho para a Amazon oferecer uma variedade de dispositivos, incluindo o e-reader padrão Kindle e o Kindle Fire.

Huang não quis comentar sobre a data de lançamento do Kindle na China.

Acompanhe tudo sobre:AmazonAndroidÁsiaChinaComércioEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetGoogleKindlelojas-online

Mais de Tecnologia

Na era do vício digital, a abstinência e a liberdade de 24 horas sem WhatsApp

Agora todos poderão ver o que você comenta em um story do Instagram; saiba como

Boeing Starliner tem retorno à Terra adiado pela segunda vez

Internet em qualquer lugar? Starlink, de Elon Musk, lança antena do tamanho de um laptop

Mais na Exame