Três hotéis para aproveitar o melhor do verão no Brasil

Confira a seleção especial feita por CASUAL, com lugares do sul ao nordeste
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
Por Ivan PadillaMatheus Doliveira, Gabriel Aguiar

Publicado em 16/12/2021 às 05:41.

Última atualização em 17/01/2022 às 10:48.

Ponta dos Ganchos, Governador Celso Ramos (SC)

pontadosganchos.com.br | Diária a partir de 2.800 reais

Um refúgio para casais apaixonados. Essa é a proposta do Ponta dos Ganchos, resort catarinense a 50 minutos de Florianópolis. Eleito o melhor hotel das Américas pelo The Leading Hotels of the World 2019, tem 25 bangalôs de 80 a 300 metros quadrados. A maior parte das hospedagens fica isolada e conta com piscina privativa e sauna seca. A vista de todos os quartos dá para o verde do mar da Costa Esmeralda. Na praia quase exclusiva os hóspedes andam de caiaque, praticam snorkel ou degustam drinques e aperitivos. Se a ideia é ser romântico, é possível reservar um jantar à luz de velas na Ilha do Sim, logo em frente, que tem esse nome por causa dos pedidos que são feitos por lá. O café da manhã é servido em dez etapas, na hora que o cliente quiser, inclusive à noite. (Matheus Doliveira)

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos pra você aproveitar seu tempo livre com qualidade.


TW Guaimbê, Ilhabela (SP)

twguaimbe.com.br | Diárias a partir de 1.430 reais

A ideia de uma ilha já remete a isolamento, exclusividade, refúgio. No caso de Ilhabela, no litoral paulista, existe ainda todo o charme da época colonial, com os canhões do século 16 apontados para o mar, no centro. Neste ano, a cidade de Ilhabela recebeu o selo Safe Travels, a exemplo de Mônaco, Barcelona e Paris, que indica destinos seguros para viagens. O charme local compensa praias muitas vezes pedregosas e os implacáveis borrachudos.

Localizado na Praia do Julião, no sul da ilha, o TW Guaimbê é um dos poucos hotéis pé na areia. Com apenas 16 suítes, todas com vista para o mar, tem decoração assinada pela arquiteta Suzana Schermann e paisagismo de Alex Hanazaki, em um ambiente cercado de plantas nativas, caminhos de pedras e espelhos d’água. O restaurante Cabana oferece uma releitura da gastronomia caiçara e contemporânea brasileira. No deque fica a horta com plantas alimentícias não convencionais (Pancs), como folha de batata-doce. Sustentabilidade por lá é levada a sério. Um sistema de aquecimento de água por painéis solares abastece as suítes com energia limpa. Se você tiver um carro híbrido ou elétrico, pode recarregar a bateria na estação instalada pela Porsche. (Ivan Padilla)


Pousada do Vale, Fernando de Noronha (PE)

pousadadovale.com | Diárias a partir de 1.550 reais

Pousada do Vale: perto da Vila dos Remédios, mas cercada de verde (Divulgação/Divulgação)

É difícil imaginar que uma ilha de 10 quilômetros de comprimento e 7,5 quilômetros de rodovia dependa de carros. Mas acredite: boa localização é tudo quando se trata de Fernando de Noronha. A Pousada do Vale está quase dentro da Vila dos Remédios, o principal centro urbano do arquipélago, cercada por 25.000 metros quadrados de área verde, com horta orgânica, spa e piscina com tratamento sem cloro. Ao mesmo tempo, basta subir os 150 metros da rua com calçamento histórico para chegar aos principais pontos turísticos e “instagramáveis”, como o Bar do Meio ou o Buraco do Galego. Diversas opções de estadia de luxo surgiram nos últimos tempos, como a versão butique do Nannai e a Maria Flor, do ator Bruno Gagliasso. Nesse mercado, a Pousada do Vale se destaca pela consciência ambiental e forte ligação com a sustentabilidade. (Gabriel Aguiar)


(Publicidade/Exame)