De olho nas montanhas

Laurent Lecamp, novo diretor da divisão de relógios da Montblanc, conta sua estratégia para os próximos dez anos: reforçar a herança da marca
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
I
Ivan Padilla

Publicado em 02/05/2022 às 10:00.

Última atualização em 02/05/2022 às 11:44.

Você chegou a ter uma marca de relógios, Cyrus, bastante sofisticada. Qual é a diferença entre ser dono e ser executivo?

Cyrus é uma marca criada 12 anos atrás. Fiz tudo do início, tudo. Do conceito ao design, movimento, storytelling da marca. Saí da empresa por motivos pessoais e vendi minha participação. Foi muito interessante criar uma marca do zero ­ — e foi um sucesso. Depois fui para o grupo Bucherer, morei no Japão. Até que a Montblanc me chamou para cuidar do departamento de relógios da marca.

Nos últimos anos a Montblanc tem se aproximado de sua herança, da manufatura Minerva, centenária. Qual é sua visão sobre relojoaria e como você aplica isso na Montblanc?

Eu desenvolvi três pilares para a empresa. Cada novo produto lançado sob minha gestão terá um storytelling forte, uma noção clara de valor e uma grande diferenciação. A coleção Iced Sea, por exemplo, é uma linha de relógios para mergulho, mas inspirada no Mont Blanc. Eu fui ver os glaciares, tirei fotos, observei como a luz reflete na neve. Criamos o primeiro mostrador com o relevo de um glaciar na história da relojoaria. Como você pode fazer em uma espessura de 0,4 milímetro? Nossos fornecedores diziam que eu era louco. Um deles disse que poderia fazer com sensação de profundidade. Quando você o coloca no sol, ele reflete a luz. Ninguém pode competir conosco nisso, porque é nossa legitimidade.

O que você quer manter e o que quer mudar nos relógios da Montblanc?

Eu não quero mudar, eu quero reposicionar a Montblanc. Montblanc é sobre montanhas, glaciares, é a nossa natureza. É claramente a minha estratégia para os próximos dez anos. Temos de focar a natureza. O nome é muito forte e nunca foi usado. Precisamos voltar ao passado. E veremos como a marca vai se desenvolver nos próximos meses e anos.

Relógios de mergulho estão em alta. Você acredita que o Iced Sea será um best-seller?

Não tenho dúvida. Temos uma fila de espera de oito meses para nossos melhores produtos. O Iced Sea será um sucesso em termos de percepção de valor, de diferenciação.

A Montblanc tem o mesmo prestígio na relojoaria em relação aos instrumentos de escrita e aos acessórios de couro? Como as linhas podem contribuir umas com as outras?

Sim. Estamos lançando neste ano um relógio com o mesmo time dos instrumentos de escrita. Queremos caminhar juntos, com a mesma filosofia. Isso é novo, não acontecia no passado.  

 

 

Veja Também

Chill out
Revista Exame
Há 3 meses • 2 min de leitura

Chill out

Embarque imediato 
Revista Exame
Há 3 meses • 3 min de leitura

Embarque imediato 

Um pé na academia...
Revista Exame
Há 3 meses • 3 min de leitura

Um pé na academia...