Acompanhe:

Startup oferece software para gestão de pousadas e hotéis

A empresa quer facilitar tarefas como gerenciar reservas, organizar informações dos hóspedes, gerir receitas e despesas e administrar produtos e serviços

Modo escuro

Continua após a publicidade

	 A startup utiliza a plataforma em nuvem, visando baixar consideravelmente o custo do sistema, e, para manter o sistema simples e fácil, faz constantes análises de experiência do usuário
 (Thinkstock)

A startup utiliza a plataforma em nuvem, visando baixar consideravelmente o custo do sistema, e, para manter o sistema simples e fácil, faz constantes análises de experiência do usuário (Thinkstock)

D
Da Redação

Publicado em 10 de março de 2015 às, 15h32.

Florianópolis - Desde abril de 2014, quando a startup Hosped.in iniciou sua participação na terceira turma do programa de capacitação Startup SC, desenvolvido pelo Sebrae em Santa Catarina, o projeto tornou-se empresa (Fllag Projetos Tecnológicos) e vem crescendo rapidamente mesmo sem grandes investimentos.

O Hosped.in é um software em nuvem desenvolvido para administrar pousadas, hotéis ou qualquer conjunto de acomodações de forma simples e profissional.

software é voltado para médios e pequenos estabelecimentos que procuram uma solução que substitui a tradicional ficha de registro e também sistemas complexos que dificultam o uso e burocratizam o dia a dia.

Segundo Joelson de Abreu, CEO da Fllag, a ideia de construir um sistema para gestão hoteleira em nuvem partiu da análise de mercado onde a grande maioria dos pequenos estabelecimentos hoteleiros não possuíam um sistema de gerenciamento devido a dois principais fatores: ser caro demais para uma pequena e média estrutura ou muito complexo para se utilizar rapidamente.

Nessa análise, também foi levado em consideração que aproximadamente 85% dos estabelecimentos hoteleiros no Brasil são de médio e pequeno porte, logo, teria um imenso mercado onde os grandes softwares de hotelaria tinham dificuldades de atuar.

Para resolver tais problemas, a startup utiliza a plataforma em nuvem (SaaS), visando baixar consideravelmente o custo do sistema, e, para manter o sistema simples e fácil, utilizam constantes análises de UX (experiência do usuário).

Mesmo tendo a simplicidade como seu principal foco, o software vem ganhando importantes atualizações que agilizam e facilitam ainda mais o trabalho dos gestores hoteleiros no dia a dia, tarefas como: gerenciar reservas, organizar informações dos hóspedes, gerir receitas e despesas, administrar produtos e serviços, visualizar relatórios e gráficos, tornam-se incrivelmente simples com o Hosped.in.

“Temos uma cliente com 59 anos de idade que não sabia o que era navegador e uma semana depois utilizava facilmente nosso sistema, um outro que largou as fichas para utilizar o Hosped.in e disse que hoje não conseguiria mais voltar tamanha a facilidade que trouxemos para seu dia a dia. Casos assim nos trazem uma enorme satisfação”, explica Joelson de Abreu.

Inovações

Recentemente a empresa lançou uma plataforma onde empresas e profissionais liberais que atendem ao ramo de hotelaria podem comercializar o Hosped.in com sua própria marca ou empresa. Ou seja, uma plataforma White Label para gestão de pousadas e hotéis.

Os próximos passos do Hosped.in para 2015 são realizar integrações com softwares de terceiros consolidados no mercado e fornecer novas soluções que auxiliem ainda mais a gestão hoteleira.

A Hosped.in é uma das startups participantes do programa de capacitação Startup SC –http://www.startupsc.com.br/, desenvolvido pelo Sebrae de Santa Catarina, com o objetivo de fortalecer as startups catarinenses. Ao todo, 20 empreendedores serão selecionados para participar da capacitação, que começa em abril e segue até agosto.

 

 

 

Últimas Notícias

Ver mais
A substituta: o que faz a Deco.cx, a startup carioca vencedora do Web Summit Rio 2024
seloNegócios

A substituta: o que faz a Deco.cx, a startup carioca vencedora do Web Summit Rio 2024

Há 20 horas

“Startups brasileiras sem ambição de serem globais, não têm chance de fazer IPO”, diz Domo.VC
seloNegócios

“Startups brasileiras sem ambição de serem globais, não têm chance de fazer IPO”, diz Domo.VC

Há um dia

Após captar R$ 530 milhões, startup mineira compra novo negócio para acabar com o trauma do RH
seloNegócios

Após captar R$ 530 milhões, startup mineira compra novo negócio para acabar com o trauma do RH

Há um dia

Concurso elege pizzaria de São Paulo a melhor da América Latina; conheça
Casual

Concurso elege pizzaria de São Paulo a melhor da América Latina; conheça

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais