E-commerce: cashbacks e cupons movimentam R$ 7 bi em 1 ano

Busca por ofertas especiais e estorno nas compras acompanha o crescimento das vendas pela internet
E-commerce: cashcback e cupons movimentaram R$ 7 bilhões em 12 meses (japatino/Getty Images)
E-commerce: cashcback e cupons movimentaram R$ 7 bilhões em 12 meses (japatino/Getty Images)
M
Maria Clara Dias

Publicado em 11/08/2021 às 12:07.

Última atualização em 12/08/2021 às 11:17.

Com aumento das vendas pela internet, os cupons de desconto e estornos de compras (cashbacks, em inglês) movimentaram, no último ano, mais de 7 bilhões de reais. É bem mais do que o movimentado no ano passado, quando cupons e cashbacks movimentaram cerca de 1,5 bilhão no primeiro semestre. Os dados são de um levantamento da Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de descontos online.

Apesar de ser uma parcela mínima dos 53 bilhões de reais movimentados pelo e-commerce nos primeiros seis meses do ano, a tendência é crescente e as buscas pelos cupons e condições especiais de compra triplicaram no Cuponomia quando comparado ao mesmo período do ano passado. A curva acompanha o e-commerce de maneira geral, modalidade que tem apresentado níveis altos de crescimento desde o início da pandemia.

A startup, responsável por introduzir o modelo de cupom de desconto no Brasil,  reúne hoje mais de 20.000 cupons de desconto, além de cashback em parceria com os grandes empresas do e-commerce nacional. Só em 2020, a plataforma gerou 1 bilhão de reais em vendas para o e-commerce brasileiro e ajudou consumidores a economizarem 50 milhões de reais nas compras.

Em comparação com o primeiro semestre de 2020, as categorias com o maior crescimento no volume de vendas com cashback foram:

  • animais e pet com aumento (+200%);
  • perfume, beleza e maquiagem (+150%);
  • farmácia (+100%);
  • eletrodomésticos, móveis e decoração (+90%)
  • celulares e smartphones (+90%)

“O cenário pós-pandemia é bastante promissor e, portanto, a expectativa é que os usuários continuem usando cupons e cashback, mesmo após a retomada”,  afirma Ivan Zeredo, diretor de marketing do Cuponomia.  

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.