Acompanhe:

4 razões para investir em inovação na sua empresa

Especialistas afirmam que os clientes podem ser a principal fonte de inovação de um negócio

Modo escuro

Continua após a publicidade
Jovens participam de reunião (Thomas Peter/Reuters)

Jovens participam de reunião (Thomas Peter/Reuters)

C
Camila Lam

Publicado em 5 de novembro de 2013 às, 05h00.

São Paulo – Empreendedor que é empreendedor não fica parado, tem mil ideias e dedica muito tempo na sua empresa. “A melhor hora para você pensar em ser criativo é quando as coisas estão indo bem”, afirma Bento Costa, coordenador do CBA Gestão de Negócios do Ibmec/DF.

Independente da área de atuação do seu negócio é possível inovar. Para Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo do Insper, primeiro, o gestor precisa definir o que é inovação e compartilhar sua visão com todos os colaboradores. “Quando você traz para dentro da empresa, precisa ter uma definição do que é inovação. Senão, qualquer papo vai virar inovação”, explica. Veja quatro razões para você investir em ideias inovadoras.

1. Une a equipe

Seja uma pequena, média ougrande empresa, os colaboradores têm que estar envolvidos quando há uma vontade de implantar novas práticas. O pequeno empresário pode ser uma plataforma para coletar novas ideias.

“Para o colaborador, que vive em uma empresa inovadora, ele vai se sentir mais inovador, mais incentivado e engajado. E assim você cria um clima construtivo”, explica Nakagawa. 

2. Aumenta a competitividade da empresa

Seja lançando um novo produto ou um novo serviço, cada tipo de negócio tem a sua maneira de inovar. “Porque quando você menos espera, você já se antecipou”, afirma Costa. 


Empreendedores devem estar atentos ao mercado para pensar em soluções estratégicas para manter o negócio competitivo e não devem esperar agir somente quando se sentir ultrapassado.

3. Venda melhor

É possível inovar gastando pouco e a inovação pode contribuir para o crescimento das vendas do negócio. Entretanto, a palavra não deve ser empregada somente no discurso. “Muitas vezes, donos de PMEs tratam a inovação da boca para fora”, afirma Nakagawa. 

Existem medidas que podem resultar em um aumento de vendas a longo prazo. Investir em produtos com mais qualidade ou em práticas sustentáveis, por exemplo. O retorno pode não ser imediato, mas os clientes perceberão a mudança de postura da empresa.

4. Estreite a relação com os clientes

Clientes e fornecedores são os principais parceiros de qualquer empresa. A principal fonte de inovação de um negócio pode estar nas dicas das pessoas que frequentam sua loja ou são usuárias do seu produto.

Para Costa, é importante que empreendedores percebam que existem várias maneiras de fazer a mesma coisa e não descartar ideias diferentes de imediato. Com isso, a fidelização pode ser uma consequência de quando o empresário decide escutar as sugestões de seus consumidores. Ele tem a chance de inovar e ainda conquistar o cliente.

Últimas Notícias

Ver mais
Clube CHRO: Qual será o maior desafio do Brasil nos próximos anos?
seloCarreira

Clube CHRO: Qual será o maior desafio do Brasil nos próximos anos?

Há 17 horas

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro
seloNegócios

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro

Há 5 dias

5 mitos sobre as small caps que o mercado deve esquecer
seloOnde Investir

5 mitos sobre as small caps que o mercado deve esquecer

Há uma semana

Pequenas e médias empresas crescem 7% em 2023
seloNegócios

Pequenas e médias empresas crescem 7% em 2023

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais