Renault anuncia Luca de Meo, ex-grupo VW, como novo CEO global

O executivo chega em um momento de turbulências dentro da aliança com a japonesa Nissan
Luca de Meo trabalhou por mais de dez anos no grupo Volkswagen (Reuters/Pierre Albouy)
Luca de Meo trabalhou por mais de dez anos no grupo Volkswagen (Reuters/Pierre Albouy)
Por Juliana EstigarribiaPublicado em 28/01/2020 16:04 | Última atualização em 28/01/2020 16:10Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Renault anunciou nesta terça-feira, 28, o novo CEO para suas operações globais. Luca de Meo, ex-chefe da marca Seat, do grupo Volkswagen, assume o lugar de Clotilde Delbos, que está interinamente no cargo.

O executivo italiano já passou por montadoras como Toyota, Fiat e a própria Renault, onde começou a sua carreira no início da década de 1990. Estava no grupo Volkswagen desde 2009. Ele assume como CEO da Renault no próximo dia 1º de julho.

Em nota, o grupo informou que Luca de Meo "combina as qualidades para contribuir com todos os aspectos do desenvolvimento e transformação da Renault."

Como principais desafios, de Meo terá a tarefa de impulsionar as vendas do grupo, que vêm patinando nos últimos anos. Além disso, a montadora encontra-se no meio do fogo cruzado causado pelo seu ex-CEO, Carlos Ghosn, que foi preso no Japão e posteriormente fugiu para o Líbano.