Mundo

UE quer relançar discussão contra bloqueio de Israel a Gaza

Bruxelas - A alta representante de Política Externa e Segurança da União Europeia (UE), Catherine Ashton, assegurou hoje ao primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, que vai intensificar a discussão em nível comunitário em favor da suspensão do bloqueio israelense à Faixa de Gaza. Ashton, que falou hoje com Fayyad por telefone sobre o ataque israelense à […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de junho de 2010 às 10h23.

Bruxelas - A alta representante de Política Externa e Segurança da União Europeia (UE), Catherine Ashton, assegurou hoje ao primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, que vai intensificar a discussão em nível comunitário em favor da suspensão do bloqueio israelense à Faixa de Gaza.

Ashton, que falou hoje com Fayyad por telefone sobre o ataque israelense à frota humanitária, ressaltou que está "disposta a aumentar os esforços" para tentar pôr fim ao bloqueio sobre Gaza e a discutir com os países comunitários "como trabalhar nesta questão", assinalou hoje um porta-voz da Comissão Europeia (órgão executivo da UE).

Ashton considera que o bloqueio israelense a Gaza é "injustificado e politicamente contraproducente". Ela destacou a "importância" de manter o processo de negociações com Israel, de modo que as atuais discussões indiretas por meio dos Estados Unidos passem a ser "negociações diretas".

A alta representante da UE também disse a Fayyad que lamenta a morte dos pelo menos nove integrantes da frota humanitária, e manifestou sua "preocupação" pela possibilidade que haja vítimas da UE.

Além disso, Ashton ressaltou a importância da reconciliação palestina - Gaza está sob controle do grupo Hamas, considerado terrorista pela UE, enquanto o Governo autônomo só exerce seu poder na Cisjordânia -, e disse que apoiaria uma possível visita do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, a Gaza.

Fayyad deve realizar uma visita a Bruxelas "nas próximas semanas", acrescentou o porta-voz.

Acompanhe tudo sobre:EuropaOriente MédioPolíticaUnião Europeia

Mais de Mundo

Novas pesquisas preveem vitória trabalhista histórica nas eleições britânicas

Líder do Hezbollah diz que 'nenhum lugar' de Israel estará a salvo em caso de guerra

Governo Milei nega 'pacto de impunidade' com Bolsonaro por foragidos do 8 de janeiro

União Europeia repreende sete países por desrespeito às regras financeiras do bloco

Mais na Exame