Acompanhe:

O ano de 2023 teve perdas irreparáveis tanto para o Brasil quanto para o mundo seja na cultura, na comunicação, na arte, no esporte ou na política. O escritor colombiano Fernando Botero, o escritor tcheco Milan Kundera, o político italiano Silvio Berlusconi, o mercenário russo Yevgueni Prigojin, a cantora americana Tina Turner e o ator Matthew Perry, da série “Friends”, estão entre as personalidades de destaque que morreram neste ano.

Lisa Presley

Lisa Marie Presley, filha única de Elvis Presley, morreu em janeiro, após passar mal em sua casa, em Calabasas, no estado da Califórnia, e ser levada para um hospital. Cantora e compositora, ela tinha 54 anos. Filha de um dos artistas mais célebres da história, Lisa Marie seguiu a carreira do pai. Ela lançou três álbuns.

Raquel Welch

Em fevereiro, morreu a atriz Raquel Welch, estrela de Hollywood também exaltada pela beleza numa época em que a indústria do cinema rotulava atrizes como "símbolos sexuais". Citando familiares da atriz, o site TMZ afirma que ela esteve doente por um breve período, mas a causa de sua morte não foi revelada.

Moonbin

O cantor sul-coreano Moonbin, do grupo de K-Pop ASTRO, foi encontrado morto em sua casa, em Seuol, em abril. Ele tinha apenas 25 anos.

Rita Lee

Em maio, foi noticiado na imprensa a morte da rainha do rock brasileiro, Rita Lee, aos 75 anos. A cantora foi diagnosticada com um câncer de pulmão em maio de 2021. Rita fez tratamento de imunoterapia e radioterapia.

Tina Turner

O mundo perdeu uma lenda e uma das maiores vozes do pop, Tina Turner morreu aos 83 anos, em sua casa em Kusnacht, perto de Zurique, na Suíça, também em maio. "Com sua música e sua paixão sem limites pela vida, ela encantou milhões de fãs ao redor do mundo e inspirou as estrelas de amanhã".

Milan Kundera

O escritor tcheco Milan Kundera, autor de "A imortalidade" (1990) e "A Insustentável Leveza do Ser" (1984) e uma das grandes vozes da literatura mundial, morreu aos 94 anos em Paris em 11 de julho de 2023. Sarcástico retratista da condição humana, Kundera foi um dos raros autores incluídos na prestigiosa coleção La Pléiade (em 2011) em vida. O romancista vivia na França desde que emigrou da antiga Tchecoslováquia em 1975, então sob o regime comunista.

Silvio Berlusconi

Em junho, o ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi morreu aos 86 anos. O magnata, que liderou três governos italianos entre 1994 e 2011 e cujo partido Forza Italia é um parceiro minoritário na atual coalizão governista, sofria de leucemia há algum tempo. Ele estava internado para realizar exames de rotina, mas seu estado de saúde piorou. Berlusconi foi um dos políticos mais extravagantes da Itália, fazendo um retorno político em 2017, apesar de uma carreira manchada por escândalos sexuais, inúmeras alegações de corrupção e uma condenação por fraude fiscal.

Yevgeny Prigojin

O líder do grupo mercenário Wagner, Yevgeny Prigojin, morreu em agosto a bordo de um avião na Rússia, dois meses depois de um motim fracassado contra o Exército russo. Também estavam a bordo da aeronave, um jato particular Embraer Legacy 600 que voava de Moscou para São Petersburgo, três tripulantes e seis passageiros, incluindo Dmitry Utkin, chefe comandante do Wagner. O avião partiu em direção a São Petersburgo do aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, cerca das 18 horas (12h em Brasília), caindo a menos de 160 km a noroeste, perto da cidade de Tver.

Fernando Botero

Aos 91 anos, Fernando Botero, o artista plástico colombiano mais conhecido no mundo morreu em setembro. O pintor, escultor e cartunista morreu em sua casa no Principado de Mônaco. Conhecido popularmente como o "pintor de gordinhos" — devido às imagens que recorrentemente retratam mulheres voluptuosas e corpulentas —, Fernando Botero criou obras marcadas pelo bom humor, a ironia e um surrealismo de tom lúdico. Ele era um dos artistas latino-americanos mais valorizados da atualidade.

Matthew Perry

Em outubro, o ator Matthew Perry, de 54 anos, artista intérprete do personagem Chandler na série americana de sucesso "Friends" (1994-2004) foi encontrado morto, numa banheira de hidromassagem em sua casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Fontes ouvidas pela reportagem do "TMZ" relatam que o artista teria se afogado — e que socorristas teriam atendido a um pedido de socorro, na residência do americano, devido a uma parada cardíaca. Próximo à banheira, não havia drogas nem quaisquer indícios de crime.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Governo da Autoridade Palestina renuncia e aumenta pressão sobre Abbas em plena guerra em Gaza
Mundo

Governo da Autoridade Palestina renuncia e aumenta pressão sobre Abbas em plena guerra em Gaza

Há 3 horas

Biden fará visita à fronteira entre EUA e México no mesmo dia que Trump
Mundo

Biden fará visita à fronteira entre EUA e México no mesmo dia que Trump

Há 3 horas

Dinamarca conclui investigação sobre sabotagem ao Nord Stream sem iniciar processo
Mundo

Dinamarca conclui investigação sobre sabotagem ao Nord Stream sem iniciar processo

Há 8 horas

Morre soldado dos EUA que ateou fogo ao próprio corpo diante da embaixada de Israel
Mundo

Morre soldado dos EUA que ateou fogo ao próprio corpo diante da embaixada de Israel

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais