Mundo

Quer mudar de país? Veja os destinos mais procurados no mundo

Londres, Amsterdã e Dubai estão no top 3 das cidades mais desejadas por expatriados

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 27 de maio de 2024 às 16h02.

No mundo cada vez mais globalizado, viver e trabalhar no exterior está se tornando menos um sonho distante e mais uma realidade alcançável para muitos. De acordo com o Relatório Decoding Global Talent 2024 do Boston Consulting Group (BCG), em colaboração com The Network e The Stepstone Group, um em cada quatro profissionais está ativamente buscando empregos no exterior. As informações são da CNBC.

Apesar das recentes preocupações econômicas e geopolíticas, há um aumento crescente no número de pessoas procurando ativamente empregos no exterior. A pesquisa global, que contou com mais de 150.000 respondentes de 188 países, mostrou que 23% dos profissionais estão procurando oportunidades de trabalho fora de seus países de origem, um aumento em relação aos 21% em 2020.

Três dos motivos mais comuns para a relocação incluem oportunidades econômicas, avanço na carreira e a possibilidade de uma melhor qualidade de vida. Além disso, o estudo descobriu que 92% dos líderes de grandes empresas globais afirmam que atrair e reter talentos está entre suas três principais prioridades.

A lista das cidades mais desejadas por viajantes:

  1. Londres - 9%
  2. Amsterdã - 8%
  3. Dubai - 7%
  4. Abu Dhabi - 7%
  5. Nova York - 6%
  6. Berlim - 5%
  7. Singapura - 5%
  8. Barcelona - 5%
  9. Tóquio - 5%
  10. Sydney - 4%

Londres mantém sua posição de liderança desde 2014, segundo o relatório Decoding Global Talent 2024. A pesquisa mostrou que 9% dos respondentes estariam dispostos a se mudar para Londres. Os principais fatores que impulsionam a dominância da cidade incluem: o inglês como língua principal, uma forte rede global onde muitos talentos são de outros países, abundantes oportunidades financeiras, uma marca acolhedora e multicultural, e acesso tanto à Europa quanto aos EUA.

Singapura foi o principal destino na Ásia, ocupando a 7ª posição. A ilha-estado viu um grande influxo de talentos de locais próximos, como Malásia, Tailândia, Indonésia, Filipinas e Hong Kong. Dos dispostos a se mudar para Singapura, 74% disseram que a qualidade das oportunidades de emprego atraiu-os para a ilha-estado.

Benefícios da Diversidade Global

A noção de que os países de origem podem se beneficiar da saída de talentos pode parecer contraintuitiva, pois, de um ponto de vista, eles estão experimentando uma "fuga de cérebros". No entanto, um relatório separado do Center for Global Development encontrou um "ganho de cérebros" relacionado ao fato de que as partidas podem promover a disseminação de conhecimentos e tecnologias nos países de origem e ajudar esses países a se conectarem mais firmemente ao cérebro global agregado.

No mundo de hoje, há muito a ganhar com a contratação de talentos globais, tanto para o empregador quanto para o empregado. "Outros países podem ser uma grande fonte de talentos - empregadores e nações que aproveitam essa energia positiva dos milhões de trabalhadores com aspirações móveis ganharão uma vantagem competitiva significativa", segundo o Relatório Decoding Global Talent 2024.

Acompanhe tudo sobre:DiversidadeEmpregos

Mais de Mundo

Calor extremo mata mais de mil pessoas durante peregrinação a Meca

Ministro israelense viaja a Washington para negociações cruciais sobre guerra em Gaza

Trump pede apoio de evangélicos nas eleições de novembro

Bombardeio aéreo russo atinge prédio residencial e deixa três mortos e 37 feridos, afirma Ucrânia

Mais na Exame