Acompanhe:

PT se reúne para discutir campanha de Dilma na internet

Principal estratégia do partido será inserir as redes sociais à militância petista

Modo escuro

Continua após a publicidade
Campanha da petista na internet vai atuar nas principais redes sociais (.)

Campanha da petista na internet vai atuar nas principais redes sociais (.)

C
Célio Yano

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h36.

São Paulo - Secretários de comunicação e assessores do PT participam desde a manhã de hoje, dia 8, em Brasília, de uma reunião para discutir de que forma se dará a ação do partido na internet durante a campanha eleitoral de 2010.

Além do secretário nacional de comunicação do PT, André Vargas, o encontro conta com a presença de Marcelo Branco, ex-diretor da Campus Party Brasil, que assumiu recentemente a responsabilidade sobre a campanha digital de Dilma Rousseff na disputa pela Presidência da República.

Em nota divulgada no site do PT, o partido explica que a ação na internet terá como base a experiência de comunicação utilizada na campanha de Barack Obama para presidente dos Estados Unidos, em 2008.

A principal estratégia será inserir as redes sociais à militância petista. Até 2006, a comunicação do partido com eleitores era feita apenas por meio de páginas estáticas e envio de boletins a grupos de e-mails cadastrados.

Na terça-feira, dia 6, Marcelo Branco contou à Exame.com que a própria Dilma criará uma conta pessoal no Twitter, onde escreverá pessoalmente seus posts. Além disso, o ex-coordenador da Associação do Software Livre e ex-diretor da Campus Party Brasil disse que a estratégia de campanha ainda prevê perfis da candidata em outras redes sociais, como Orkut e Facebook.
 

Últimas Notícias

Ver mais
Herdeiros do braço político do ETA lideram eleições no País Basco
Mundo

Herdeiros do braço político do ETA lideram eleições no País Basco

Há 11 horas

Campanha usa título de eleitor gigante para chamar jovens para votar
Brasil

Campanha usa título de eleitor gigante para chamar jovens para votar

Há 13 horas

Brasil será mais ágil para remover sites nas eleições de 2024, diz presidente da Anatel
Brasil

Brasil será mais ágil para remover sites nas eleições de 2024, diz presidente da Anatel

Há 20 horas

Equador tem segundo prefeito morto em três dias, às vésperas de referendo contra crime organizado
Mundo

Equador tem segundo prefeito morto em três dias, às vésperas de referendo contra crime organizado

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais