A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Província no norte do Equador é atingida por diversos terremotos

Segundo o presidente do país, Rafael Correa, foram cinco os movimentos superiores a quatro graus

Quito - Vários terremotos atingiram nesta segunda-feira a província de Esmeraldas, no litoral norte do Equador, sendo que o mais potente teve uma magnitude de 5,8 graus na escala Richter, sem que o por enquanto haja informações de vítimas.

Segundo o Instituto Geofísico (IG), esse tremor ocorreu às 2h11 local (5h11, em Brasília), a uma profundidade de 10 quilômetros, e seu epicentro se situou a 11,5 quilômetros da cidade de Atacames, na província de Esmeraldas.

O Instituto Oceanográfico da Marinha (Inocar) indicou, por sua vez, que o tremor não reuniu "as condições necessárias para gerar um tsunami que afete o Equador".

O presidente do país, Rafael Correa, indicou em sua conta no Twitter que foram cinco os movimentos superiores a quatro graus que ocorreram nessa província litorânea.

"Zonas sem eletricidade. Danos sendo avaliados. Aulas suspensas na província. Ânimo!", tuitou o governante.

Os tremores ocorreram perto da zona onde em 16 de abril aconteceu um devastador terremoto de magnitude de 7,8 na escala Richter que deixou 670 mortos, milhares de afetados e milionárias perdas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também