Acompanhe:

Portugal aprova intervenção na TAP para evitar greve

O ministro da Economia justificou ação pelo grande número de emigrantes portugueses que dependem da TAP para retornar a seu país para o Natal

Modo escuro

Continua após a publicidade

	TAP: intervenção é justificada pelo número de emigrantes portugueses que dependem da TAP para retornar a seu país para o Natal, assim como pelos prejuízos para o setor turístico
 (Bloomberg via Getty Images)

TAP: intervenção é justificada pelo número de emigrantes portugueses que dependem da TAP para retornar a seu país para o Natal, assim como pelos prejuízos para o setor turístico (Bloomberg via Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 18 de dezembro de 2014 às, 12h18.

Lisboa - O governo luso aprovou nesta quinta-feira, em conselho de ministros, a 'intervenção civil' da companhia aérea TAP, uma medida extraordinária que não era aplicada desde 2005 e com a qual os líderes pretendem impedir uma greve convocada para o final do ano.

O ministro da Economia, Antonio Pires de Lima, justificou esta postura pelo elevado número de emigrantes portugueses que dependem da TAP para retornar a seu país para o Natal, assim como pelos prejuízos para o setor turístico.

Em termos práticos, o recurso à 'intervenção civil' fará com que 70% dos empregados do grupo sejam obrigados a se apresentar em seu posto de trabalho, sob castigo penal se decidem não houver comparecimento, de acordo com a informação facilitada pelo Executivo.

Últimas Notícias

Ver mais
Trump se compara a Navalny por problemas jurídicos e evita criticar Putin
Mundo

Trump se compara a Navalny por problemas jurídicos e evita criticar Putin

Há 3 horas

'Trump violou a Constituição', afirma republicana de 91 anos que busca inabilitá-lo
Mundo

'Trump violou a Constituição', afirma republicana de 91 anos que busca inabilitá-lo

Há 4 horas

Líderes internacionais evitam comentar crise entre Brasil e Israel
Mundo

Líderes internacionais evitam comentar crise entre Brasil e Israel

Há 6 horas

Israel ataca comboio humanitário em Gaza após rota ter sido autorizada pelo Exército, revela ONU
Mundo

Israel ataca comboio humanitário em Gaza após rota ter sido autorizada pelo Exército, revela ONU

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais