Mundo

Partido Trabalhista britânico está aberto à independência da Escócia

Parlamentar afirmou que o partido aceitaria a realização de um novo referendo para a independência da Escócia

Escócia: pesquisa mostra que escoceses querem que um novo referendo ocorra nos próximos dois anos (Russell Cheyne/Reuters)

Escócia: pesquisa mostra que escoceses querem que um novo referendo ocorra nos próximos dois anos (Russell Cheyne/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 7 de agosto de 2019 às 16h31.

Londres — O Partido Trabalhista britânico aceitaria a realização de um novo referendo de independência da Escócia se o Parlamento escocês assim decidir, disse o segundo parlamentar mais importante do partido, John McDonnell.

Em um evento durante o Festival de Edimburgo, McDonnell disse que seu partido, de oposição, não tentaria bloquear uma segunda votação pela independência escocesa, informou o jornal The Guardian.

"Não vamos bloquear algo como isso. Vamos deixar o povo escocês decidir. Isso é democracia", afirmou McDonnell, de acordo com o jornal britânico.

Os eleitores escoceses apoiam a independência e querem que um novo referendo ocorra nos próximos dois anos, apontou uma pesquisa publicada na segunda-feira, indicando que o Reino Unido poderia se fragmentar logo após deixar a União Europeia.

Acompanhe tudo sobre:EscóciaReferendoReino Unido

Mais de Mundo

Duas pessoas morrem e dezenas ficam feridas após desabamento em ilha na Espanha

Qual seria o impacto do programa econômico de Donald Trump nos EUA?

Brasil não tem nenhuma cidade no ranking das melhores do mundo; veja lista

Em Pequim, Amorim assina proposta com a China sobre guerra na Ucrânia

Mais na Exame