Acompanhe:

Eletrobras e setor privado construirão usinas no Peru

Cerca de 7 mil megawatts (MW) de energia deverão ser produzidos para atender o mercado peruano; o excedente será trazido para o Brasil

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

N
Nielmar de Oliveira

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h42.

Rio de Janeiro - A Eletrobras e o setor privado vão construir de quatro a seis usinas hidrelétricas, envolvendo cerca de 7 mil megawatts (MW) de energia, para atender o mercado peruano e trazer o excedente para o Brasil. Segundo o presidente da estatal, José Antônio Muniz Lopez, a iniciativa faz parte de um acordo assinado no último dia 15, em Manaus (AM), entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Alan Garcia, do Peru.

"O presidente Alan Garcia colocou à disposição do presidente Lula a proposta para a construção de 15 usinas na Cordilheira dos Andes. Inicialmente, estuda-se a construção de quatro a seis unidades com capacidade instalada de 7 mil megawats", disse Lopez.

Ele informou que estão sendo feitos estudos sobre o acordo. "Escolhemos alguns projetos que totalizam algo da ordem de 7 mil megawatts (MW). Evidente que, paralelamente aos estudos técnicos e de viabilidade econômica dos projetos, tivemos que estabelecer as formas de relacionamentos entre os países, uma vez que foi um tratado assinado há 15 dias em Manaus, entre o presidente Lula e Alan Garcia".

Muniz disse que o tratado é que vai ditar os termos legais para que se possa desenvolver o aproveitamento do potencial da região. "A primeira dessas usinas terá sua obra iniciada, no mais tardar, no começo do ano, com entrada em produção prevista para ocorrer a partir do final de 2016".

O presidente da Eletrobras afirmou que os estudos estão sendo desenvolvidos em parceria com a iniciativa privada e que ainda falta definir a participação societária dos outros parceiros. "Tem vários rios diferentes naquela região com potencial para gerar energia e estamos analisando sempre com a parceria de empresas privadas, como a Norbert, Andrade, Cevix e vários outras empresas brasileiras".

Leia mais notícias relacionadas à energia elétrica

Últimas Notícias

Ver mais
SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 
Exame IN

SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 

Há um dia

Equador realiza referendo sobre segurança em meio a crises diplomática e energética
Mundo

Equador realiza referendo sobre segurança em meio a crises diplomática e energética

Há um dia

Análise: Petz, Cobasi e o garoto que vendeu o cachorro por R$ 1 milhão 
Exame IN

Análise: Petz, Cobasi e o garoto que vendeu o cachorro por R$ 1 milhão 

Há 2 dias

Em 1ª privatização do governo Tarcísio, Emae é vendida por R$ 1 bilhão para fundo Phoenix
Economia

Em 1ª privatização do governo Tarcísio, Emae é vendida por R$ 1 bilhão para fundo Phoenix

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais