Acompanhe:

Paquistanês é condenado por ajudar a encontrar Bin Laden

O médico paquistanês recrutado pela CIA foi condenado a 33 anos de prisão por traição

Modo escuro

Continua após a publicidade
Afridi foi condenado por ter criado uma falsa campanha de vacinação em Abbottabad, a cidade onde Bin Laden estava escondido, para conseguir uma amostra de DNA da família (Getty Images)

Afridi foi condenado por ter criado uma falsa campanha de vacinação em Abbottabad, a cidade onde Bin Laden estava escondido, para conseguir uma amostra de DNA da família (Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 23 de maio de 2012 às, 09h50.

Peshawar - Um médico paquistanês recrutado pela CIA para ajudar na busca por Osama Bin Laden, que foi executado em maio do ano passado por um comando especial americano no norte do Paquistão, foi condenado a 33 anos de prisão por traição.

O cirurgião Shakeel Afridi, que foi demitido como médico do governo há dois meses, foi considerado culpado pelo sistema de justiça tribal do distrito de Khyber, parte do cinturão tribal semiautônomo do Paquistão.

Afridi foi condenado por ter criado uma falsa campanha de vacinação em Abbottabad, a cidade onde Bin Laden estava escondido com as esposas e filhos, para conseguir uma amostra de DNA da família, informou a administração da região semiautônoma paquistanesa.

"Ele foi condenado a 33 anos de prisão por traição e levado para a prisão central de Peshawar", disse à AFP Mohamed Siddiq, porta-voz do governo do distrito de Khyber.

Os tribunais tribais são competentes nas zonas tribais semiautônomas do Paquistão, mas as apelações são analisadas por tribunais de direito comum.

Bin Laden morreu na madrugada de 2 de maio de 2011 quando um comando especial americano Navy SEALS invadiu a casa em que ele estava escondido, em Abbottabad. A unidade de elite chegou de helicóptero, que invadiu o espaço aéreo paquistanês, sem comunicar a operação às autoridades paquistanesas.

Últimas Notícias

Ver mais
Lei das saidinhas: o que muda para os presos com sanção de Lula
Brasil

Lei das saidinhas: o que muda para os presos com sanção de Lula

Há um dia

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas
seloMercados

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas

Há um dia

Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos
Brasil

Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos

Há 2 dias

Caso Marielle: CCJ da Câmara vota prisão de Chiquinho Brazão nesta quarta-feira
Brasil

Caso Marielle: CCJ da Câmara vota prisão de Chiquinho Brazão nesta quarta-feira

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais