Mundo

Países não devem conhecer o Talibã como governo afegão, diz Boris Johnson

Após uma ofensiva rápida diante da retirada das tropas dos EUA do Afeganistão, o Talibã chegou à capital Cabul neste domingo

"Não queremos que ninguém reconheça bilateralmente o Talibã", disse Boris Johnson (AFP via Getty Images)/Getty Images)

"Não queremos que ninguém reconheça bilateralmente o Talibã", disse Boris Johnson (AFP via Getty Images)/Getty Images)

R

Reuters

Publicado em 15 de agosto de 2021 às 14h36.

Ninguém deve reconhecer bilateralmente o Talibã como o governo do Afeganistão, disse o primeiro-ministro britânico Boris Johnson no domingo.

"Não queremos que ninguém reconheça bilateralmente o Talibã", disse "Queremos uma posição unida entre todos os que pensam da mesma forma, tanto quanto pudermos."

O primeiro-ministro reconheceu que o país terá um novo governo em breve, mas que os países ocidentais devem trabalhar em conjunto para que o Afeganistão não retorne ao que era antes de 2001.

Acompanhe tudo sobre:AfeganistãoBoris JohnsonTalibã

Mais de Mundo

De Niro chama Trump de 'palhaço' em frente a tribunal e pede votos para Biden; veja o vídeo

Por que os EUA ainda não colocaram humanos em Marte?

China apresenta exército de cães robôs equipados com metralhadoras; veja o vídeo

Estoque de urânio do Irã preocupa comunidade internacional

Mais na Exame