Mundo

"Não há mercado que funcione bem sem um bom governo", diz Obama no Brasil

Ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama fez palestra em São Paulo, onde falou sobre como um país pode construir um ambiente favorável aos negócios

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: democrata veio ao Brasil para o Vtex Day 2019 (Everton Rosa/Vtex Day 2019/Divulgação)

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: democrata veio ao Brasil para o Vtex Day 2019 (Everton Rosa/Vtex Day 2019/Divulgação)

Gabriela Ruic

Gabriela Ruic

Publicado em 30 de maio de 2019 às 15h44.

Última atualização em 31 de maio de 2019 às 10h36.

São Paulo - “Não há mercado que funcione bem sem um bom governo, sem um bom sistema público de educação e sem o Estado de Direito”, disse o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (2008-2016) em uma palestra dada em um evento de tecnologia na cidade de São Paulo nesta quinta-feira, 30, para a qual EXAME foi convidada.

Falando sobre a polarização no debate político entre direita e esquerda, em especial na América Latina, Obama lembrou, ainda, o papel das grandes corporações na construção de um cenário favorável ao bom funcionamento do mercado.

“Se uma empresa paga subornos para conseguir um contrato público e há corrupção, você também não terá um bom mercado”, enfatizou o democrata.

De acordo com o ex-presidente, que esteve à frente da Casa Branca por dois mandatos consecutivos, existem alguns fatores essenciais para um ambiente de negócios saudável em qualquer país, como transparência, responsabilidade, governança, uma base consolidada de impostos.

“Muita gente discorda de mim, mas acho que as pessoas deveriam estar felizes de pagar impostos”, ponderou Obama na palestra, “pague seus impostos, pois esse  investimento que você está fazendo na sociedade irá assegurar que os negócios prosperem”.

Ainda durante a fala, Obama tocou em diversos pontos da sua trajetória pessoal e na presidência, e aproveitou a oportunidade pra alfinetar o atual mandatário dos EUA, o republicano Donald Trump. O fez sem citá-lo diretamente e em razão das dezenas de escândalos que envolvem o seu mandato.

“Nossa administração não foi perfeita, mas me orgulho de nunca termos nos envolvido em escândalos e do fato de que ninguém nunca foi preso”, pontuou Obama. “Mantivemos a nossa integridade e demos um exemplo de que é possível conquistar o poder sem se corromper”, finalizou.

Barack Obama no Brasil

Obama esteve em São Paulo para a abertura do Vtex Day 2019, evento de tecnologia organizado pela empresa de mesmo nome que reuniu 15 mil pessoas na capital. Sua fala foi aberta com piadas, reclamações sobre o trânsito de São Paulo, "difícil até quando se está acompanhado de escolta policial" e declarações de amor pelo país.

Depois de revelar ter se encontrado com Pelé antes do evento, "uma parte do Brasil que ele ama", o democrata lembrou do compositor Tom Jobim, revelando que tocava suas músicas durante seus encontros com Michelle antes do casamento.

A visita desta quinta-feira é a terceira do ex-ocupante na Casa Branca ao Brasil. A primeira aconteceu em 2011, quando ainda era mandatário. Na ocasião, esteve no Rio de Janeiro e em Brasília, onde se encontrou com a então presidente do Brasil, Dilma Rousseff, para discutir a ampliação das relações comerciais entre os países.

A segunda, ocorrida em 2017 quando o democrata já havia sido sucedido por Donald Trump na presidência, foi à São Paulo para falar em um evento corporativo.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaBarack ObamaCorrupçãoEXAME-no-InstagramInvestidores

Mais de Mundo

Julgamento de Trump entra em fase final, em meio a suspense sobre seu testemunho

Tensão entre Milei e Sánchez, primeiro-ministro da Espanha, se desdobra em crise diplomática

Tribunal em Londres autoriza Assange a apresentar recurso contra extradição para os EUA

Procurador do Tribunal Penal Internacional pede prisão de Netanyahu e líder do Hamas

Mais na Exame