Ministro grego pede fim de acusações entre Alemanha e Grécia

Atenas está em plena discussão com seus credores para obter um novo pacote de ajudas financeiras

Berlim - As acusações recíprocas entre Alemanha e Grécia só favorecem os inimigos da Europa, afirmou o ministro grego das Finanças, Yanis Varufakis, em uma coluna publicada nesta segunda-feira no jornal alemão Handelsblatt.

"Só os inimigos da Europa são beneficiados" com esta troca de acusações recíprocas entre Berlim e Atenas, que ganhou intensidade com a chegada ao poder no fim de janeiro de um governo grego de esquerda radical, escreve o ministro, que se refere à animosidade aberta entre gregos e alemães e pede uma melhora das relações bilaterais.

"Isso deve passar. E só depois a Grécia, com o apoio de seus sócios europeus, que também têm interesse em que sua situação econômica se resolva, poderá se concentrar na colocação em andamento de reformas eficazes e de uma estratégia política geradora de crescimento", acrescenta o ministro, cujos rumores de renúncia foram desmentidos na sexta-feira pelo governo.

Atenas está em plena discussão com seus credores para obter um novo pacote de ajudas financeiras, das quais tem uma necessidade urgente para evitar que seus cofres se esvaziem completamente.

Mas antes disso seus sócios europeus devem aceitar uma lista detalhada de reformas que o governo grego deverá propor em breve de maneira oficial.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.