Mundo

Mergulhadores quebram recorde mundial em limpeza subaquática

Eles entraram para o Guinness World Records como o maior número de pessoas a limpar o mar em um só lugar ao mesmo tempo

Imagem meramente ilustrativa. (James + Courtney Forte/Getty Images)

Imagem meramente ilustrativa. (James + Courtney Forte/Getty Images)

Vanessa Barbosa

Vanessa Barbosa

Publicado em 20 de junho de 2019 às 09h00.

Última atualização em 20 de junho de 2019 às 09h00.

São Paulo - Um grupo de 633 mergulhadores fez história ao realizar a maior limpeza subaquática do mundo. A façanha ocorreu no último sábado (16) em uma área de pesca na praia de Deerfield, no sul da Flórida, nos Estados Unidos. 

Mergulhadores de várias partes do mundo participaram da limpeza e coletaram mais de 9 mil resíduos — a maior parte composta por lixo plástico e itens de chumbo utilizados na fabricação de materiais de pesca 

Eles entraram para o Guinness World Records como o maior número de pessoas a limpar o mar em um só lugar ao mesmo tempo. O recorde anterior fora alcançado em 2015 por 614 mergulhadores no Mar Vermelho, no Egito.

Naturalmente, a "faxina" aquática tem efeito quase imperceptível diante do tamanho do problema da poluição marinha no mundo. Estima-se que milhões de toneladas de poluição plástica entram nos oceanos do mundo a cada ano. 

Mas o feito mostra que a união faz a força e, de quebra, leva um recorde para casa.

Acompanhe tudo sobre:LixoPlásticosPoluição

Mais de Mundo

Rússia diz ter abatido 87 drones ucranianos; alvo principal de Kiev era o quartel-general de Rostov

Lula deve se encontrar com papa Francisco no G7 nesta sexta-feira

'Ponte para a Otan': pacto de segurança entre Ucrânia e EUA traz boas notícias a Kiev

FMI aprova crédito de US$ 800 milhões para Argentina

Mais na Exame