Acompanhe:

Lula se encontra com Biden nesta sexta-feira em Washington

Objetivo da primeira viagem de Lula aos Estados Unidos é marcar a retomada das relações entre os dois países

Modo escuro

Continua após a publicidade
Lula nos Estados Unidos (Ricardo Stuckert/PR/Flickr)

Lula nos Estados Unidos (Ricardo Stuckert/PR/Flickr)

D
Da redação, com agências

Publicado em 10 de fevereiro de 2023 às, 06h00.

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva se encontra com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta sexta-feira, 10, para a primeira reunião bilateral entre eles desde que Lula foi eleito. O encontro será às 16h, na Casa Branca, em Washington. O retorno ao Brasil está previsto para sábado, 11.

Lula chegou à capital dos EUA na noite desta quinta-feira, 9, acompanhado da primeira-dama Janja Lula da Silva e da comitiva presidencial. A viagem atende a convite de Biden. Lula está hospedado na Blair House, residência oficial onde o presidente dos Estados Unidos recebe os convidados mais importantes.

O objetivo da primeira viagem de Lula aos Estados Unidos é marcar a retomada das relações entre os dois países, que em 2024 vão completar 200 anos de diplomacia. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, a pauta do encontro terá três temas centrais: democracia, direitos humanos e meio ambiente.

Antes do encontro com Biden, Lula se encontrará com o senador democrata Bernie Sanders, às 10h30. Em seguida, às 11h15, participará de audiência com deputados do Partido Democrata. Às 12h, o presidente brasileiro se encontra com representantes da Federação Americana de Trabalho e Congresso de Organizações Industriais (AFL-CIO).

Lula e Biden foram eleitos e assumiram seus mandatos em contextos similares, de denúncias de supostas fraudes eleitorais e em meio a tentativas de golpe. Assim como as invasões e depredações às sedes dos Três Poderes, de 8 de janeiro, o Capitólio, sede do Legislativo dos Estados Unidos, foi atacado em janeiro de 2021 por radicais insatisfeitos com a derrota eleitoral do ex-presidente Donald Trump.

“Queremos construir relações de parceria e crescimento entre nossos países, pelo desenvolvimento da nossa região, debater ações pela paz no mundo e contra as fake news”, escreveu Lula em publicação nas redes sociais.

Os Estados Unidos são o terceiro país visitado por Lula desde que assumiu o mandato. Em janeiro, ele esteve na Argentina e no Uruguai, onde tratou das relações bilaterais entre os países, a integração da América Latina e o fortalecimento do Mercosul, o bloco econômico composto por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Integram a comitiva, além de Janja, os ministros das Relações Exteriores, Mauro Vieira; da Fazenda, Fernando Haddad; do Meio Ambiente, Marina Silva; e da Igualdade Racial, Anielle Franco. Também acompanham o presidente o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Márcio Elias Rosa; o líder do governo no Senado, Jaques Wagner; e o assessor-chefe da Assessoria Especial da Presidência da República, embaixador Celso Amorim.

Pautas centrais

Na área ambiental e de mudanças do clima, o Brasil pretende se apresentar como ator ativo e comprometido com suas obrigações de reativar os instrumentos de proteção ambiental, mas também pretende buscar engajamento dos países envolvidos, para cumprimento de suas obrigações em termos de financiamento na área climática.

Sobre a pauta relacionada a direitos humanos, devem ser debatidos temas como o combate à fome e à pobreza em âmbito global, os direitos dos povos indígenas e o combate ao racismo, além da integração dos dois milhões de brasileiros que vivem nos Estados Unidos – maior comunidade do Brasil no exterior.

Na esfera econômica, o governo brasileiro busca a dinamização de investimentos, em particular na transição energética e geração de energia limpa, e uma maior integração das cadeias produtivas. Ambos os líderes conversarão, igualmente, sobre as principais questões da agenda internacional, como paz e segurança e governança no G-20.

Com informações de Agência Brasil

Últimas Notícias

Ver mais
França diz que forças russas ameaçaram abater aviões franceses em zona internacional
Mundo

França diz que forças russas ameaçaram abater aviões franceses em zona internacional

Há 3 horas

Mãe de Navalni diz que Rússia a pressiona por funeral secreto de seu filho
Mundo

Mãe de Navalni diz que Rússia a pressiona por funeral secreto de seu filho

Há 3 horas

Rússia anuncia novas conquistas territoriais na Ucrânia após dois anos de ofensiva
Mundo

Rússia anuncia novas conquistas territoriais na Ucrânia após dois anos de ofensiva

Há 6 horas

'Nunca haverá segurança para Israel enquanto Palestina não tiver seus direitos garantidos', diz UE
Mundo

'Nunca haverá segurança para Israel enquanto Palestina não tiver seus direitos garantidos', diz UE

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais