Acompanhe:

Lula liga para Evo Morales por "solidariedade e preocupação humanista"

Em segundo ato público após a soltura, Lula disse que Morales "ganhou as eleições e fez o melhor governo desde que a Bolívia foi fundada"

Modo escuro

Continua após a publicidade
Evo Morales: Morales deixou a Bolívia no dia 11 de novembro, depois da pressão das Forças Armadas e de uma auditoria da Organização dos Estados Americanos (Cris Faga/NurPhoto/Getty Images)

Evo Morales: Morales deixou a Bolívia no dia 11 de novembro, depois da pressão das Forças Armadas e de uma auditoria da Organização dos Estados Americanos (Cris Faga/NurPhoto/Getty Images)

E
EFE

Publicado em 28 de novembro de 2019 às, 06h56.

Última atualização em 28 de novembro de 2019 às, 07h00.

São Paulo — O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou por telefone nesta quarta-feira com Evo Morales, que renunciou à presidência da Bolívia ao ser pressionado pelos militares e está asilado no México.

Lula expressou "solidariedade" e "preocupação humanista" tanto por Morales como pelo povo boliviano, segundo informou o instituto do petista.

No segundo ato público após a soltura, Lula disse que Morales "ganhou as eleições, fez o melhor governo desde que a Bolívia foi fundada, criou políticas sociais e foi eleito outra vez, mas a direita não aceita o resultado".

Em entrevista recente ao jornal britânico "The Guardian", Lula afirmou que Morales "cometeu um erro quando buscou um quarto mandato como presidente", mas denunciou que "foi um crime, um golpe de Estado" que o tirou do poder.

Morales deixou a Bolívia no dia 11 de novembro, depois da pressão das Forças Armadas e de uma auditoria da Organização dos Estados Americanos que apontou "graves irregularidades" nas eleições de 20 de outubro.

A renúncia de Morales foi considerada um golpe de Estado por vários governos latino-americanos, embora outros países tenham reconhecido o governo interino de Jeanine Áñez e parte da comunidade internacional seja a favor de um diálogo entre as partes.

Últimas Notícias

Ver mais
Chefe da ONU celebra esforços da Celac pela paz e pede esforços ao Haiti
Mundo

Chefe da ONU celebra esforços da Celac pela paz e pede esforços ao Haiti

Há um dia

Lula comemora resultado do PIB e afirma que país 'cresceu mais do que o previsto'
Brasil

Lula comemora resultado do PIB e afirma que país 'cresceu mais do que o previsto'

Há um dia

Lula se reúne hoje com Maduro e situação na Venezuela deve entrar na pauta
Brasil

Lula se reúne hoje com Maduro e situação na Venezuela deve entrar na pauta

Há um dia

Jaques Wagner: desoneração de municípios não é um assunto tão maduro quanto dos setores
Economia

Jaques Wagner: desoneração de municípios não é um assunto tão maduro quanto dos setores

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais