Acompanhe:

O governo argentino decidiu nesta quinta-feira encerrar o Instituto Nacional contra a Discriminação, a Xenofobia e o Racismo (Inadi), informou o porta-voz da presidência, Manuel Adorni, em conferência de imprensa.

"Foi tomada a decisão de avançar com o desmantelamento de institutos que não servem absolutamente para nada, como o Inadi", disse Adorni ao enquadrar o encerramento da organização que luta contra a discriminação e ajuda as suas vítimas no plano para reduzir o Estado do presidente ultraliberal Javier Milei.

Ao ser questionado sobre o que ocorrerá com os trabalhadores do órgão, o porta-voz do governo adiantou que, um empregado extra não tem razão de existir, e classificou como injusto um argentino ter que pagar este profissional com seu sacrifício e trabalho. O porta-voz também informou que o governo de Javier Milei está decidido a encerrar com as atividades de diversos outros institutos.

"Nós sempre dissemos que o Estado precisa encolher, é o nosso plano de governo. Adoraríamos que estivesse fechado hoje, mas hoje começamos com questões administrativas. Em alguns casos será por decreto e em outros por decisão de cada ministro", explicou Adorni.

A Gestão de Inadi

O Inadi foi fundado em 1995, mas começou suas tarefas em 1997. Seu objetivo principal é elaborar políticas nacionais para combater toda forma de discriminização, xenofobia e racismo, com intuito de fomentar uma sociedade mais diversa e igualitária.

Pouco a pouco o instituto foi ganhando força, mas também acumulou críticas. Durante o governo de Alberto Fernández, por exemplo, o Inadi foi comandado por Victoria Donda. Neste período, o Inadi teve uma sede central e 43 espalhadas pelo país. Antes da pandemia eram apenas 27.

Mas uma das principais polêmicas ocorreu em 2022, quando foi distribuído um manual aos jornalistas que iriam cobrir o mundial de futebol no Qatar destinado a evitar o uso de expressões, cânticos e estereótipos nas transmissões das partidas.

Na época, a oposição do antigo governo questionou a utilização de recursos para elaboração do manual e sinalizou que o documento se mostrava pouco efetivo.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Milei anuncia término com namorada um dia após encontrar Elon Musk
Mundo

Milei anuncia término com namorada um dia após encontrar Elon Musk

Há um dia

Argentina: Inflação sobe 11% em março sobre fevereiro; em 12 meses, acumula 287%
Economia

Argentina: Inflação sobe 11% em março sobre fevereiro; em 12 meses, acumula 287%

Há um dia

Milei se reúne com Musk e embaixador diz que foi 'encontro de almas gêmeas'
Mundo

Milei se reúne com Musk e embaixador diz que foi 'encontro de almas gêmeas'

Há um dia

Central sindical argentina anuncia greve geral contra governo Milei
Mundo

Central sindical argentina anuncia greve geral contra governo Milei

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais