Exército ucraniano lança ofensiva anti-rebeldes em Slaviansk

A ofensiva avança com várias colunas de tanques e veículos blindados em meio a uma intensa troca de tiros

Kiev - O Exército da Ucrânia lançou na madrugada desta terça-feira uma ofensiva contra a cidade de Slaviansk, reduto rebelde na região de Donetsk, que avança com várias colunas de tanques e veículos blindados em meio a uma intensa troca de tiros entre as forças governamentais e os insurgentes pró-russos.

'O tiroteio é muito intenso. Na área de Semionovka (nos arredores da cidade) vários disparos de lança-granadas dos terroristas atingiram nossos blindados, que resistiram', escreveu o ministro do Interior da Ucrânia, Arsen Avakov, em seu perfil do Facebook.

Segundo o ministro, as tropas ucranianas destruíram vários pontos de controle e fortificações erguidas pelos milicianos nos acessos à cidade, principal foco de resistência da rebelião pró-russa no sudeste da Ucrânia.

Avakov pediu aos moradores de Slaviansk e das vizinhas Kramatorsk e Krasni Liman, outros dois redutos dos milicianos, que não saiam de suas casas e que 'não se aproximem das posições onde se concentram os terroristas', forma como o governo de Kiev denomina os insurgentes.

'No começo da manhã, por volta das 5h (locais), o Exército ucraniano disparou fogo de artilharia contra Slaviansk. Depois começou um combate em vários postos de controle ao mesmo tempo', informaram, por sua vez, os pró-russos.

Aparentemente, grande quantidade de tanques e blindados ucranianos se concentram ao norte e ao leste da cidade.

Na vizinha Kramatorsk, forças ucranianas e milicianos estão em confronto desde ontem à noite na área do aeroporto militar dessa cidade, conforme mostraram imagens exibidas hoje pelas emissoras de televisão da Rússia que se encontram no local.

Três milicianos morreram ontem durante os enfrentamentos quando um projétil disparado pelo Exército ucraniano atingiu o carro em que estavam, segundo os rebeldes.

Por outro lado, um soldado ucraniano morreu e outros 13 ficaram feridos depois que caíram em uma emboscada dos insurgentes nesta madrugada, quando avançavam em um blindado de transporte para Slaviansk, segundo a imprensa pró-Ucrânia.

Os combates entre o Exército ucraniano e os rebeldes ficaram mais intensos há uma semana, quando o governo de Kiev relançou a operação antiterrorista horas depois do término das eleições presidenciais, que tiveram o magnata Petro Poroshenko como vencedor.

Dezenas de insurgentes (até 200 segundo algumas fontes), vários civis e pelo menos 12 soldados ucranianos morreram nos enfrentamentos armados no sudeste da Ucrânia. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.